Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

D’Alessandro lamenta empate, mas diretoria colorada aprova

Por Da Redação 12 out 2011, 18h32

O meia D’Alessandro deixou o campo insatisfeito com o empate sem gols entre Internacional e São Paulo, nesta quarta-feira à tarde, em Barueri. O jogador acredita que o Colorado jogou melhor que os donos da casa e poderia ter aproveitado as chances que criou. A diretoria concorda com esse ponto de vista, mas lembra que um empate longe do Sul não deve ser lamentado.

‘Poderia ter sido melhor. Criamos oportunidades e dava para ter conseguido uma vitória, mas estamos na briga’, comentou o argentino, um dos destaques do time gaúcho no duelo ante os tricolores, principalmente durante a segunda etapa da partida.O presidente do clube, Giovanni Luigi, deixou o estádio festejando a atuação do time e sem reclamar muito por ter somado apenas um ponto. ‘Um empate fora, contra o São Paulo, que também é postulante ao título, não é um resultado ruim. Chega a ser um resultado bom’.

‘Se alguém deveria sair com o resultado positivo era o Internacional. O time criou, teve mais oportunidades, teve o domínio. Eram claras as nossas dificuldades no ataque, mas nós conseguimos ter uma atuação bem superior à do São Paulo’, opinou o mandatário, em entrevista à Rádio Gaúcha.

O discurso foi parecido ao do diretor técnico e ex-jogador Fernandão, que inclusive tem em seu currículo uma passagem pelo São Paulo, entre 2010 e 2011. Ele revelou que o planejamento colorado prevê a conquista de dez pontos em 12 disputados nas partidas contra São Paulo, fora de casa, Avaí e Corinthians, no Beira-Rio, e Atlético-GO, fora.

‘O resultado foi bom se nós fizermos nosso papel dentro de casa. Se, desses 12 pontos em disputa, nós conseguirmos dez, será extraordinário. Esse empate contra o São Paulo ainda está dentro do contexto. Dentro de casa não tem mais negociação, depois não tem mais como recuperar ponto perdido’, disse Fernandão.

O ponto somado deixou o Internacional com 44 pontos, fora da zona de classificação para a Copa Libertadores do ano que vem.

Continua após a publicidade

Publicidade