Clique e assine a partir de 9,90/mês

Custos para ver Super Bowl batem recorde em Indianápolis

Quarto de hotel passou de 100 para 1.800 dólares; estacionamento, de 60 para 500 dólares

Por Da Redação - 5 fev 2012, 21h07

A exploração do maior evento esportivo dos Estados Unidos, a final do futebol americano, o Super Bowl, não fica apenas nos estratosféricos números de consumo pelo país. A simpática cidade de Indianápolis, mais conhecida por abrigar o circuito oval de 3.200 metros que onde acontecem as 500 Milhas, pela Formula Indy, de pouco mais de 830.000 habitantes vira um inferno no fim de semana do Super Bowl. O comitê organizador do evento informou no início do domingo que todos os quartos da cidade estavam ocupados, incluindo 90% dos que foram vendidos há um ano – segundo o Escritório de Turismo de Indianápolis, mais de 13.000 quartos na cidade e seus arredores.

Leia também:

Leia também: Tom Brady, ídolo nacional ou apenas marido de Gisele Bündchen?

A inflação chega com apetite à cidade: um fim de semana num hotel duas estrelas, próximo do aeroporto, que costuma custar 100 dólares (pouco mais de 100 reais) em um fim de semana, pulou para 1.840 dólares (quase 3.200 reais) por causa do Super Bowl. Alugar um carro também estava proibitivo: um modelo que em um fim de semana regular custava 100 dólares passou para 600 (pouco mais de 1.000 reais) – e não havia modelos disponíveis.

O estacionamento na frente do Lucas Oil Stadium, onde o New York Giants derrotou o New England Patriots por 21 a 17, passou de 60 dólares (pouco mais de 100 reais) para 500 dólares (cerca de 860 reais).

Os últimos 3.000 bilhetes para o jogo colocados à venda pela internet custavam 2.100 dólares (pouco mais de 3.600 reais), e eram para os níveis mais altos do estádio, daqueles lugares onde se pode ver a bola somente com um binóculo. Quem se dispôs a vender um desses ingressos chegou a faturar mais de 10.000 dólares (cerca de 17.000 reais).

O preço médio de uma entrada foi de 3.984,73 dólares (6.860,11 reais), 9,17% superior à média do ano passado em Dallas, de 3.649,91 dólares (6.283,69 reais)- 71,07% mais alto que o preço para o Super Bowl disputado em Miami, em 2010, e que chegou aos 2.329,26 dólares (4.010,05 reais).

Os camarotes completos, no valor de 520.000 dólares (quase 900.000 reais), foram todos vendidos.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade