Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cuca comanda coletivo, mas ainda tem dúvidas para armar Atlético-MG

Por Da Redação 15 nov 2011, 18h05

O técnico Cuca começou nesta terça-feira, a esboçar o time do Atlético-MG, que encara o Coritiba, na Arena do Jacaré. Porém a escalação para jogar contra o Coxa ainda é um mistério já que o treinador testou várias opções que podem ser utilizadas dentro da partida.

Um das interrogações é na lateral-esquerda, já que para contar com Triguinho, o Atlético-MG terá que pagar uma multa estipulada em contrato para o Coritiba, que emprestou o jogador para o Galo. No coletivo Richarlyson começou atuando no setor e no decorrer do treinamento Cuca sacou o atleta e colocou Triguinho, dando indícios que a diretoria alvinegra pagará a multa, assim como vez com Pierre, na partida contra o Palmeiras.

‘Treinei, participei de parte do coletivo e estou muito com vontade de jogar. No coletivo de amanhã tem mais coisas para acertar. É preparar para o próximo jogo. Temos vários jogadores suspensos, o Cuca esta fazendo modificações para ver se encontra a melhor maneira de jogar’, disse Triguinho.

No meio-campo, Cuca tem que definir o substituto de Daniel Carvalho, que suspenso não vai atuar ante o Coxa. Nesta terça-feira, Renan Oliveira foi o escolhido para substituir o armador, mas o treinador pode optar por recuar o garoto Bernard ou ainda escalar Mancini na posição.

No ataque Neto Berola treinou ao lado André, mas Berola sofreu uma entorse leve no tornozelo direito e saiu com dores do coletivo, virando dúvida para o comandante atleticano. Se o jogador ficar de fora, Magno Alves poderá entrar no ataque do Galo.

Continua após a publicidade
Publicidade