Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Cuca aprova primeiro tempo do Galo, mas admite problemas de marcação

Por Da Redação 12 nov 2011, 21h09

O técnico Cuca gostou do desempenho do Atlético-MG no primeiro tempo da derrota por 2 a 1 para o Figueirense, mas admitiu que o Galo teve dificuldades na etapa complementar, com a entrada de Fernandes. Segundo o comandante alvinegro, os volantes do Galo não conseguiram marcar o jogador do Figueira e o time mineiro acabou sofrendo o empate.

‘O nosso primeiro tempo foi muito bem jogado, bem encaixado, com velocidade, não dando espaços para o adversário. No segundo tempo, quando o Figueirense colocou o Fernandes, um meia-atacante que abria para o lado, tivemos uma dificuldade grande de entender a marcação com o Fellipe e com o Pierre, e eles criaram algumas oportunidades e acabaram fazendo o gol’, analisou.

Para Cuca, após o empate, o Figueirense cresceu no jogo e as mudanças não surtiram o efeito necessário. ‘Diante do empate cresce o ânimo do adversário, cresce a empolgação do torcedor. Eles tiveram mais uma ou duas chances e nós equilibramos o jogo, e no final acabamos tomando o gol, em um momento que não tinha tanto perigo como antes. As mudanças que fizemos não surtiram tanto efeito como a gente gostaria’, declarou.

Com o revés, Cuca afirmou que o Galo transferiu a responsabilidade de vencer para a partida contra o Coritiba, na próxima quinta-feira. ‘Nós transferimos a nossa responsabilidade para quinta-feira. Temos que fazer um grande jogo, e assim como essa torcida que veio aqui, a nossa que estará em maior número vai nós ajudar a vencer e a sair dessa situação que a gente se encontra’, disse.

Continua após a publicidade
Publicidade