Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cubana reforça coro de reclamações com racismo de torcedores

O vôlei brasileiro é alvo de mais uma polêmica de racismo. A oposta Daymi Ramirez, do Usiminas/Minas, alegou ter sido vítima de insultos durante a partida contra o Rio do Sul, em Santa Catarina, pela Superliga feminina.

A jogadora fez a reclamação através de sua conta no Facebook. ‘Que m…! Este povo cada vez me decepciona mais e mais. Chamar-nos de ‘negras de m…’ e voltem para Cuba. É triste que isso ocorra em pleno século 21′, descreveu.

A reclamação de racismo também ocorreu na Superliga masculina. O oposto Wallace, do Cruzeiro, afirmou que ouviu os termos ‘macaco’ e ‘volta para o zoológico’ da torcida no confronto contra o Minas.

Inicialmente, Daymi Ramirez não se manifestou oficialmente à diretoria do Usiminas/Minas. No momento do incidente, o delegado do jogo poderia ter sido acionado para, inclusive, pedir à segurança do local a prisão os infratores.

Logo após revelar o fato, Daymi Ramirez recebeu manifestações de apoio de amigos e torcedores. A jogadora é considerada um dos destaques do Usiminas/Minas.