Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cuba aplica 3 a 0 e complica o Brasil na Liga Mundial

Por AE

Sofia – A seleção brasileira masculina de vôlei se complicou ao cair diante de Cuba por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 26/24 e 25/22, nesta quarta-feira, na Arena Armeec, em Sofia, na Bulgária, em sua estreia na fase final da Liga Mundial.

Com a derrota, o Brasil precisará vencer a Polônia nesta quinta, a partir das 11h30 (horário de Brasília), para ter chances de ir às semifinais da competição. Os poloneses estrearão neste estágio do torneio justamente diante dos brasileiros, enquanto os cubanos pegarão a Polônia na sexta, no confronto que fechará o Grupo F.

Com o resultado expressivo diante dos brasileiros, Cuba já abriu a fase final na ponta da chave, com três pontos, enquanto o Grupo E da fase final ainda será aberto nesta quarta-feira com o duelo entre Bulgária e Alemanha. Os Estados Unidos, que pegarão os alemães nesta quinta, são a outra seleção desta chave.

E a missão brasileira de se manter com chances de classificação às semifinais da Liga Mundial será das mais complicadas nesta quinta, pois a Polônia venceu o time de Bernardinho em três dos quatro duelos entre as duas seleções nesta edição da competição.

Classificado como melhor segundo colocado dos grupos da primeira fase, o Brasil acabou não resistindo ao consistente jogo dos cubanos, que asseguraram com folga a liderança de sua chave no estádio inicial do torneio.

O JOGO – Cuba já começou a mostrar que a vida dos brasileiros não seria fácil nesta quarta ao abrir 8 a 5 já na primeira parada técnica. Em seguida, com um bloqueio, o time fez 10 a 6 e começou a deslanchar de vez no placar. Na segunda parada técnica o país já vencia por 16 a 11. Bernardinho chegou a pedir tempo novamente no 18 a 12, mas os cubanos administraram o placar e garantiram triunfo por 25 a 19.

No início do segundo set, Bernardinho mexeu no time ao colocar Wallace no lugar de Leandro Vissotto, mas o panorama seguiu o mesmo, com Cuba sempre com uma vantagem confortável no placar. Os brasileiros, porém, reagiram no final da parcial e chegaram a empatar em 24 a 24 após dois pontos de Wallace. Porém, o mesmo Wallace errou o saque na sequência e Cuba fez 26 a 24 em um bloqueio sobre Lucão.

Já no terceiro set, os brasileiros conseguiram equilibrar o duelo novamente e foram para a primeira parada técnica vencendo por 8 a 5 após ponto de Wallace. Em seguida, o time nacional abriu 11 a 7, mas Cuba reagiu rápido, empatou em 13 a 13 e passou a colocar pressão sobre o Brasil, que começou a sucumbir de vez após o rival fazer 22 a 20 e depois garantir o triunfo por 25 a 22.

No fim, Sidão acabou o duelo como maior pontuador do Brasil, com 13 acertos, enquanto Wallace fez 11. Pelo lado cubano, o garoto Leon foi o principal destaque da equipe e do jogo, com 15 pontos. Os brasileiros entraram em quadra com Bruno, Vissotto, Sidão, Lucão, Murilo e Dante, além do líbero Serginho. Depois entraram Wallace, Ricardinho, Thiago Alves e Rodrigão.