Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CSKA vence ‘mistão’ da Inter, conta com empate no outro jogo e avança

Redação Central, 7 dez (EFE).- O CSKA Moscou, do atacante Vágner Love, derrotou a Inter de Milão por 2 a 1 nesta quarta-feira no estádio de San Siro e, beneficiado também pelo empate sem gols entre Lille e Trabzonspor, se juntou à equipe italiana como os classificados do grupo B para as oitavas de final da Liga dos Campeões.

Apesar do revés, a Inter se manteve no topo da chave, com dez pontos. A equipe russa somou oito, um a mais que o Trabzonspor, que teve como prêmio de consolação uma vaga na Liga Europa. Atual campeão francês, o Lille ficou em último lugar, com seis pontos.

O treinador dos italianos, Claudio Ranieri, optou por escalar uma equipe mista. Zanetti, Samuel, Chivu e Cambiasso foram os únicos do time considerado titular e a começarem jogando.

Alheio aos outros resultados e tentando fazer sua parte, o CSKA começou atacando mais, mas criava poucas chances. A melhor delas no primeiro tempo foi de Vágner Love, que, aos 29 minutos, driblou bem o marcador e chutou com categoria. Castellazzi, que substituiu Julio César, salvou com um toque de mão esquerda.

Pela Inter, uma das poucas finalizações antes do intervalo foi de Philippe Coutinho. Aos 33 minutos, Diego Milito deslocou a marcação e, com espaço, o ex-jogador do Vasco tentou a finalização, mas Gabulov defendeu firme.

Se o primeiro tempo foi de poucas emoções, o segundo começou com o que mais interessava: gols. Quem saiu em vantagem foi o CSKA, logo aos cinco minutos, quando Doumbia fez boa tabela com Love e tirou de Castellazzi para balançar a rede.

A resposta ‘nerazzurra’ demorou apenas um minuto para acontecer. Cambiasso, um dos poucos titulares mandados a campo por Ranieri, aproveitou o rebote de cabeceio de Ranocchia e igualou o confronto.

Ciente de que o resultado em Lille o beneficiava, o time russo se lançou ao ataque. Aos 13 minutos, Vágner Love fez o passe para Dzagoev, que fez o desvio. Castellazzi defendeu bem.

Sem levar muito perigo durante alguns momentos, os visitantes voltaram a incomodar aos 34, sempre com o atacante brasileiro. Desta vez, o ex-jogador de Palmeiras e Flamengo limpou bem a marcação de Samuel, mas chutou para fora.

O gol salvador aconteceu já aos 41 minutos. Cauna cobrou escanteio na cabeça de Vasili Berezutski, que não desperdiçou a oportunidade, fazendo 2 a 1. EFE