Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

CSKA Moscou é punido por atos racistas de sua torcida

Time russo terá de fechar parte do estádio em jogo como mandante na Liga

Por Da Redação - 30 out 2013, 16h42

A comissão disciplinar da Uefa puniu nesta quarta-feira o CSKA Moscou pelos atos racistas de seus torcedores durante a derrota para o Manchester City por 2 a 1, na quarta-feira, na Arena Khimki (Rússia), em jogo válido pela Liga dos Campeões. A Uefa anunciou que o time russo terá de disputar seu próximo jogo como mandante na competição – contra o Bayern de Munique, no dia 27 de novembro – com parte do estádio fechado.

Leia também:

Messi estrela a maior campanha da Uefa contra o racismo

Uefa pune Dínamo de Zagreb por racismo de torcedores

Publicidade

Uefa pune time polonês por racismo da torcida

Na partida contra o City, o volante do time inglês Yaya Touré reclamou com o árbitro Ovidiu Hategan da atitude dos torcedores, que imitavam macacos quando os jogadores negros da equipe estavam com a bola. O juiz solicitou ao quarto árbitro que fosse feito um anúncio pedindo que a torcida parasse para prosseguir com a partida.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade