Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cruzeiro marca dois no fim e derrota Lusa no Canindé

Por AE

São Paulo – Com dois gols no fim, o Cruzeiro superou a Portuguesa por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no Canindé, e voltou a entrar na briga pelas primeiras posições do Brasileirão. Wellington Paulista, de pênalti, e Diego Renan foram os responsáveis pelos gols que encerraram a sequência de três derrotas seguidas da equipe mineira.

Reabilitado, o Cruzeiro chegou aos 17 pontos e engrossou o bolo dos times que estão na beira do G4 da tabela. A Portuguesa, por sua vez, chegou à sua quarta partida sem vitória, com um empate e três derrotas seguidas. Segue com oito pontos, perto da zona de rebaixamento.

Os dois times iniciaram o jogo pressionados pelos últimos maus resultados – ambos sem vencer há três jogos. Por essa razão, os dois técnicos pediram muita cautela para seus times. A Portuguesa ainda sofreu uma baixa de última hora. O atacante Ananias, gripado, foi substituído por Diego Viana.

O primeiro tempo foi monótono e os goleiros só defenderam uma bola de longe cada um. A Portuguesa só assustou uma vez quando Rogério cruzou forte e Diego Viana desviou de cabeça, mas por cima do travessão, aos 17 minutos. O pentacampeão Dida foi apenas um espectador.

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou mais adiantado e levou perigo logo aos três minutos, com Borges. Dida fez grande defesa. Isso provocou duas mudanças no ataque da Portuguesa, aos 10 minutos, com as entradas de Héverton e Ricardo Jesus, respectivamente, nos lugares de Diego Viana e Willian Xavier.

O Cruzeiro manteve o domínio das ações e fez seus gols na parte final do jogo. Aos 31 minutos, Borges entrou na área e foi puxado por Rogério: pênalti e cartão vermelho para o zagueiro, que já tinha recebido o amarelo. Borges queria cobrar, mas quem ajeitou a bola foi Wellington Paulista. Aos 32 minutos, ele deslocou Dida, que caiu para o lado esquerdo e viu a bola entrar mansa do outro lado.

Depois disso, a Lusa se perdeu em campo. Aos 34 minutos, Paulista deu um toque leve sobre Dida, mas para fora. E, aos 38, num contra-ataque, os mineiros mataram o jogo. Borges lançou Diego Renan pelo lado direito. Ele correu até a entrada da área, onde soltou a bomba. A bola ainda tocou em Dida, mas passou por baixo de seu corpo. O placar poderia ter sido maior se, aos 41 minutos, Lima não salvasse na linha de gol um chute de bico de Montillo, que completou seu 100.º jogo com a camisa do Cruzeiro.

Na próxima rodada, a Portuguesa vai enfrentar o Corinthians, no Pacaembu, sábado, às 21 horas. No domingo, o Cruzeiro vai receber o Flamengo, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, a partir das 16 horas.

FICHA TÉCNICA:

PORTUGUESA 0 X 2 CRUZEIRO

PORTUGUESA – Dida; Rogério, Gustavo e Lima; Luis Ricardo (Henrique), Guilherme, Ferdinando, Moisés e Marcelo Cordeiro; Diego Viana (Héverton) e William Xavier (Ricardo Jesus). Técnico: Geninho.

CRUZEIRO – Fábio; Ceará (Mateus), Léo (Marcelo Oliveira), Rafael Donato e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Willian Magrão, Tinga (Lucas Silva) e Montillo; Wellington Paulista e Borges. Técnico: Celso Roth.

GOLS – Wellington Paulista (pênalti), aos 32, e Diego Renan, aos 38 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Elmo Alves Resende Cunha (GO)

CARTÕES AMARELOS – Ferdinando (Portuguesa); Rafael Donato e Diego Renan (Cruzeiro).

CARTÃO VERMELHO – Rogério (Portuguesa).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).