Clique e assine com 88% de desconto

Croácia ignora força defensiva da Irlanda e estreia com vitória no grupo C

Por Da Redação - 10 jun 2012, 17h44

Redação Central, 10 jun (EFE).- A Croácia mostrou grande poder ofensivo e conquistou importante vitória sobre a Irlanda por 3 a 1 pela primeira rodada do grupo C da Eurocopa, realizada neste domingo, deixando para trás espanhois e italianos na classificação da chave.

O principal heroi da vitória croata foi o atacante Mario Mandzukic, que fez dois gols, um deles com a bola batendo no rosto do goleiro Shay Given. O seu companheiro de ataque, Jelavic completou o placar e St. Ledger descontou para os irlandeses.

Com a vitória, a Croácia assumiu a liderança do grupo C da Eurocopa, com três pontos, conta um de espanhois e italianos. A Irlanda é a lanterna após não marcar pontos na rodada inicial. Na próxima rodada, nesta quinta-feira, os croatas pegam a Espanha, enquanto irlandeses encaram a Itália.

A Irlanda entrou em campo contando com os experientes Duff e Keane como principais nomes, mas colocando as fichas de fato no setor defensivo, tradicionalmente uma barreira quase impenetrável. Os croatas, por sua vez, tinham esperanças que o talento de bons jogadores como Rakitic, Modric e Mandzukic poderiam ser decisivos.

Publicidade

Com a bola rolando, a Croácia assumiu o controle da partida e só precisou de dois minutos para marcar. Srna cruzou na área, a zaga irlandesa desviou e Mandzukic cabeceou de longe, no contrapé de Given para abrir o placar da partida.

Depois do gol croata, os irlandeses deixaram a postura defensiva de lado e começaram a procurar mais o ataque. A busca foi recompensada aos 18 minutos, quando Duff jogou bola na área em cobrança de falta e St. Ladger subiu mais alto que a defesa croata para empatar a partida.

O gol fez a Irlanda voltar a se fechar, enquanto a Croácia tentava atacar com mais cautela, fazendo o jogo ficar, inclusive, mais duro no meio-campo. A única boa chance foi de Perisic, aos 21 minutos, que chegou de fora da área para defesa de Given.

Quando o jogo parecia se encaminhar para o empate, aos 43 minutos, a defesa irlandesa falhou feio depois de um chute de fora da área e Ward acabou cortando a bola trás, fazendo ela sobrar limpa para Jelavic marcar o segundo gol da Croácia.

Publicidade

E como no primeiro tempo, a equipe do Leste Europeu não demorou para balançar as redes na etapa complementar. Logo aos 3 minutos, após cruzamento vindo da esquerda, Mandzukic cabeceou forte a bola, que bateu na trave, na cabeça do goleiro Given e morreu no fundo das redes irlandesas.

O técnico Giovanni Trapattoni ainda lançou sua equipe ao ataque, colocando o time em um 4-3-3, com as entradas de Cox e Walters, para tentar buscar, ao menos o empate. Em uma jogada ofensiva, os irlandeses chegaram a reclamar pênalti, quando Keane foi derrubado por Schildenfeld, em lance ignorado pelo árbitro holandês Bjorn Kuipers.

Mesmo dominando o rival na parte final do segundo tempo, a Irlanda não conseguiu chegar com perigo ao gol de Pletikosa. Controlando o jogo, a Croácia conseguiu segurar a vantagem e agora vai buscar surpreender Espanha e Itália na busca por uma surpreendente classificação para as quartas de final.

Ficha técnica:.

Publicidade

Irlanda: Given; O’Shea, St Ledger, Dunne e Ward; Whelan, Andrews, McGeady (Cox) e Duff; Doyle (Walters) e Keane. Técnico: Giovanni Trapattoni.

Croácia: Pletikosa; Srna, Corluka, Schildenfeld e Strinic; Vukojevic, Rakitic (Djumovic), Modric e Perisic (Eduardo da Silva); Jelavic e Mandzukic (Nico Kranjcar). Técnico: Slaven Bilic.

Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda) auxiliado por seus compatriotas Sander van Roekel e Erwin Zeinstra.

Cartões amarelos: Andrews (Irlanda), Modric e Kranjcar (Croácia).

Publicidade

Gols: St. Ledger (Irlanda); Manzdukic (2) e Jelavic (Croácia).

Estádio: Municipal de Poznan, em Poznan (Polônia). EFE

Publicidade