Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Criticado no Palmeiras, Assunção nega ser baladeiro

Por Da Redação - 6 out 2011, 15h39

Por AE

São Paulo – Às vésperas de cada novo jogo do Palmeiras, é comum jogadores e treinador adversário mostrarem preocupação com a bola parada alviverde, que saem sempre do pé calibrado de Marcos Assunção. Apesar de ter participado de 30 dos 85 gols do Palmeiras na temporada, o volante segue sendo criticado pela torcida. Não é raro Assunção ouvir que o problema não é dentro de campo, mas fora dele. A um jogo de completar 90 jogos com a camisa do Palmeiras, ele nega a fama adquirida nos últimos meses.

“Eu sou um cara que me cuido e por isso atingi essa marca. Se fosse baladeiro, não chegaria a essa marca em tão pouco tempo de clube. E eu me cuido, não bebo nada e não saio muito. Tenho família, esposa e dois filhos. Se eu ficar saindo do jeito que falam, minha esposa me larga”, garantiu o jogador, que chegou ao Palestra Itália no início do ano passado e participou de 52 dos 58 jogos do Palmeiras no ano – só ficou fora de uma partida no Brasileirão.

Um dos líderes do elenco, Marcos Assunção segue acreditando que o Palmeiras tem ainda chances reais de se classificar à Copa Libertadores do ano que vem. “Faltam 11 rodadas e são muitos pontos em jogo. A vaga na Libertadores é real, e para isso acontecer precisamos ter cabeça boa e principalmente tranquilidade para atingir nossos objetivos”, comentou o volante, que assegura que o time segue motivado, apesar dos tropeços recentes contra Atlético-GO e América-MG.

Publicidade

Revelado pelo Santos há quase 15 anos, Marcos Assunção vai mais uma vez reencontrar seu ex-clube neste domingo, na Vila Belmiro, pela 28.ª rodada do Brasileirão. “A Vila tem um campo legal, gramado excelente. É sempre muito difícil jogar lá e ainda não perdi para o Santos desde que cheguei ao Palmeiras. Espero que continue assim e a gente saia da Vila com a vitória. Tivemos uma semana muito boa de trabalho. Com todo o respeito ao Santos, vamos para lá pensando em uma grande vitória.”

O Palmeiras venceu só uma vez em oito rodadas do returno. Com 40 pontos, está em oitavo, mas ainda vê a zona de classificação à Libertadores apenas quatro pontos à sua frente.

Publicidade