Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cristóvão Borges confirma time misto do Vasco contra o Olaria

Por Da Redação 1 mar 2012, 14h35

O tropeço na estreia na Taça Rio, empate por 2 a 2 com o Bonsucesso, em casa, não foi suficiente para fazer o Vasco mudar seu planejamento para o restante da competição. O técnico Cristóvão Borges confirmou que vai escalar um time misto no duelo da segunda rodada do Estadual, diante do Olaria, marcado para este sábado, às 16 horas (de Brasília), em Moça Bonita.

‘Vou procurar preservar os atletas que serão titulares na terça-feira pela Libertadores. A intenção é preservar quem começa jogando’, disse Cristóvão, já pensando no confronto contra o Alianza Lima, do Peru, que acontece em São Januário.

O treinador, porém, reconheceu que vai ter dificuldades nesta missão. Com o empate na estreia, o Vasco pode acabar se complicando na luta por uma vaga nas semifinais em caso de derrota diante do Olaria.

‘Sei que com o plantel que nós temos a nossa disposição vai ser complicado montar, por exemplo, o banco de reservas na partida de sábado, mas vou trabalhar para que o melhor seja feito’, disse Cristóvão.

A preocupação com a qualidade do elenco e com as peças de reposição não é algo que atormenta apenas Cristóvão Borges. Os jogadores mais experientes do plantel olham este aspecto como um adversário na luta para o Vasco ir bem nas duas competições que está disputando.

‘Apenas contra o Bonsucesso, na primeira rodada da Taça Rio, estreou um jogador, o (Carlos) Tenório. Começamos o ano com baixas. É impossível manter o nível quando se perde jogadores importantes’, afirmou o meia Juninho Pernambucano, esquecendo-se que o centroavante equatoriano já havia entrado em campo na derrota por 2 a 1 para o Nacional do Uruguai, na estreia da Libertadores.

O Reizinho, porém, sabe que é preciso o Vasco dar rapidamente uma resposta dentro de campo: ‘O Vasco tem muita coisa boa e é tentar reagir a partir de sábado, porque terça a gente tem um jogo super importante pela Libertadores e se jogar assim a gente vai perder’.

Para a partida diante do Olaria, os reservas do Vasco poderão contar com o reforço do zagueiro Dedé, que estava servindo a Seleção Brasileira no amistoso contra a Bósnia e não enfrentou o Bonsucesso. Como o defensor ficou no banco de reservas canarinho, a tendência é que ele atue no sábado, formando dupla com Renato Silva, outro que não vai poder enfrentar o Alianza por ter sido expulso na derrota para o Nacional.

‘Por mim eu jogo normalmente. O meu pensamento é treinar e ficar à disposição do Cristóvão para sábado e logicamente para a partida contra o Alianza. Mas a decisão será dele’, disse Dedé.

Continua após a publicidade
Publicidade