Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cristiano Ronaldo fala da mãe de seu filho e brinca sobre Messi com apresentador inglês

Craque português defendeu sua escolha de não revelar a identidade da mãe de Cristianinho e se divertiu com uma provocação sobre o argentino

Cristiano Ronaldo deu uma das entrevistas mais reveladoras de sua vida no último fim de semana. Para promover o lançamento de seu documentário, Ronaldo, o atacante português do Real Madrid participou do programa de humor Jonathan Ross Show, da emissora britânica BBC, e falou sobre a rivalidade com Lionel Messi, a relação com seu pai, morto em 2005, e sobre a escolha de não revelar a identidade da mãe de seu filho, Cristianinho.

Cristiano Ronaldo entrou em um acordo com a mãe do garoto de cinco anos para que criasse o filho sozinho e para que a mulher jamais revelasse sua identidade publicamente. Em uma das raras vezes que falou sobre o tema, Cristiano defendeu sua posição e disse que Cristiano Jr. saberá de toda a história quando tiver idade para isso.

Leia também:

Cristiano Ronaldo: ‘Sei que não sou a pessoa mais humilde do mundo’

Cristiano Ronaldo turbina pefil e ultrapassa Neymar como o rei do Instagram

Cristiano Ronaldo compra jatinho por 76 milhões de reais

“Para mim, isso não é um problema. No mundo, há muitas crianças sem mãe, ou sem pai. Cristiano tem um pai, um ótimo pai, uma avó e o apoio da minha família. Alguns pontos da vida são privados e a privacidade tem que ser respeitada. Quando Cristiano crescer, vou sempre lhe contar a verdade, porque ele merece. Mas não vou dizer nada só porque as pessoas querem. Ele vai entender seu pai, tenho 100% de certeza”, disse Cristiano (a partir dos 12min36s do vídeo abaixo).

O jogador de 30 anos também falou um pouco sobre seu pai, José Diniz Aveiro, que era alcoólatra e morreu há dez anos. “Tenho memórias incríveis dele. Quando eu comecei a jogar futebol, meu pai tinha muito orgulho de mim. Ele guardava os jornais e mostrava para a vizinhança.”

Em um dos momentos mais divertidos da entrevista, Ronaldo contava que ficou em choque quando recebeu o convite para realizar o filme, quando foi interrompido pelo comediante Jonathan Ross. “Você pensou, por que eu e não Lionel Messi?” Ronaldo, então, respondeu de forma muito espirituosa. “Porque eles estavam procurando o melhor jogador do mundo”, arrancando aplausos e risos gerais (a partir dos 8 minutos de vídeo)

Ronaldo, inclusive, disse que sua relação com Messi é boa e apostou no atacante do Barcelona para a próxima Bola de Ouro. “Não tenho rivais. Temos uma relação normal. Nos encontramos na premiação nos últimos oito anos. Não somos amigos íntimos, mas nos respeitamos muito”. Cristiano venceu o prêmio de melhor do mundo três vezes (2008, 2013 e 2014), contra quatro do argentino (2009, 2010, 2011 e 2012).

Abaixo, a entrevista de Cristiano Ronaldo, em inglês, ao Jonathan Ross Show:


(da redação)