Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Cristiano Ronaldo escapa de punição da Uefa após criticar árbitro

Por Da Redação - 6 out 2011, 23h13

O atacante português Cristiano Ronaldo corria o risco de ser suspenso pela Uefa por causa de declarações dadas após a vitória do Real Madrid sobre Dínamo Zagreb, dia 14 de setembro, pela Liga dos Campeões da Europa. No entanto, as críticas do atleta à arbitragem do norueguês Svein Oddavar Moen não constam no relatório oficial da partida, o que livra o goleador.

Na ocasião, Cristiano Ronaldo classificou como ‘vergonhosa’ a atuação do árbitro. Além disso, afirmou que os jogadores do time croata não adotaram ‘o Fair Play que a Uefa tanto fala’ e disse ter levado uma pancada digna de cartão vermelho, sendo que o rival, que já tinha amarelo, não foi advertido. Depois, o brasileiro Marcelo acabou expulso. ‘Espero que não haja mais arbitragens como essa’, reclamou.Em 2009, Didier Drogba deu declarações semelhantes após a semifinal da Champions, entre Chelsea e Barcelona. Ao contrário do camisa 7 do Real, o marfinense foi punido com cinco jogos de suspensão.

A entrevista de Cristiano Ronaldo após a partida foi marcada por outra polêmica. Vaiado pela torcida local, ele afirmou que os fãs do Dínamo só o estavam hostilizando por causa de sua beleza e de sua riqueza.

Publicidade