Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Crianças carentes ganham ovos de Páscoa de jogadores corintianos

O Corinthians fez a alegria de cerca de 100 crianças no início da tarde desta quarta-feira, no Espaço de Convivência Meninos e Meninas do Belém, no Belenzinho. Por volta de 13h30, atletas, comissão técnica e diretores do clube chegaram de ônibus ao local e distribuíram ovos de Páscoa a uma garotada de seis a 14 anos.

Praticamente todo o grupo, exceto os jogadores que faziam fisioterapia no CT Joaquim Grava, esteve na instituição de assistência social. Os mais requisitados para fotografias e autógrafos foram os que titulares, como o goleiro Julio Cesar e o atacante Liedson. Mas até segurança e assessor de imprensa, talvez confundidos por carregarem o escudo do clube na camisa, foram parados pelas animadas crianças.

Também cercado, o técnico Tite elogiou a iniciativa do departamento social do clube, que se vê obrigado a realizar ações em especial na Zona Leste da capital paulista como resposta pela grande interferência causada na região em virtude da construção do estádio de Itaquera. ‘Não é apenas um clube de futebol, mas uma instituição com responsabilidade social’, comentou o treinador, depois de muitos pedidos para ganhar a próxima partida. ‘Já é de praxe’, sorriu.

Após a visita, o elenco retornou ao CT para o treinamento do período da tarde. A equipe se prepara para a partida de domingo, contra o Paulista, pelo Campeonato Estadual. Até o momento, o comandante corintiano não divulgou a escalação que entrará em campo no Pacaembu. Tite adiantou somente que cogita ir com o que tiver de melhor no momento.

As crianças do Espaço de Convivência estão em liberdade assistida ou em situação de risco social. Algumas delas moram com seus familiares, porém existem casos de abandono.

Essa não foi a primeira ação social do Corinthians na semana. Na segunda-feira, 120 crianças aproximadamente foram o Parque São Jorge para uma festa de Páscoa promovida pelo projeto Time do Povo. Lá, elas conheceram as dependências da sede social, brincaram em um espaço de lazer e viram ídolos como Marcelinho Carioca, Tobias e Basílio, além do chinês Zizao.