Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Coxa segura pressão do Paysandu e se classifica em pleno Mangueirão

O Coritiba confirmou o favoritismo e venceu o Paysnadu, no Estádio Magueirão, por 1 a 0, e garantiu a vaga para as quartas de final da Copa do Brasil 2012. O Coxa já tinha a vantagem de poder perder por até 2 a 0 depois da goleada de 4 a 1 disparada no Alto da Glória, mas soube se portar bem diante de quase 40 mil torcedores adversários.

O Alviverde soube segurar bem a pressão e foi recompensado aos 45 minutos da primeira etapa, em cobrança de falta perfeita de Tcheco, que aproveitou espaço na barreira para balançar as redes. Depois do intervalo, a partida ficou mais aberta, com o Papão buscando os gols, mas parando na boa atuação do goleiro Vanderlei.

Na próxima fase o Coritiba vai enfrentar o vencedor do confronto entre Vitória/BA e Botafogo/RJ. Antes, no entanto, encara o primeiro duelo da decisão do Campeonato Paranaense 2012, domingo, diante do rival Atlético Paranaense.

O jogo – Precisando fazer um resultado elástico para passar de fase, o Papão iniciou a partida pressionando. Aos quatro minutos, o primeiro chute com perigo. Yago Pikachu cobrou falta e Vanderlei foi no cantinho para defender. Mais Pikachu no ataque, aos oito minutos, com um cruzamento preciso que Émerson tirou de cabeça, pela linha de fundo. Na reposta, Roberto apareceu na área e chutou prensado.

O time da casa era só ataque, enquanto o Coxa tentava colocar a bola no chão para cadenciar. Bom lançamento para Anderson Aquino, aos 15 minutos, mas o ataque coxa-branca deixou a bola fugir. Djalma tentou resolver sozinho, aos 17 minutos, tirando a defesa e carimbando Lucas Mendes na hora do chute. Aos 20 minutos, Djalma até balançou as redes, mas o árbitro anulou o lance marcando impedimento.

Depois da pressão inicial sofrida, o Alviverde conseguiu equilibrar um pouco as ações com uma marcação forte. Aos 32 minutos, Jairinho chegou à linha de fundo e levantou para boa interceptação de Vanderlei. O goleiro do Cori apareceu novamente aos 37 minutos, saindo de cabeça para tirar o perigo. Porém, aos 45 minutos, Tcheco cobrou falta com perfeição e abriu o placar.

Na segunda etapa, o Papão voltou com Adriano Magrão no lugar de Vanderson, tentando o tudo ou nada. Aos três minutos, Harrison mandou um petardo e carimbou a trave em cobrança de falta. O jogo ficou mais aberto e com espaços também para o Coxa. Aos 10 minutos, Gil cruzou para Anderson Aquino que, livre, desviou para as redes o árbitro, no entanto, anulou marcando impedimento.

Rafael Oliveira tentava de todas as formas marcar para o time da casa, como aos 13 minutos, quando chutou e mais uma vez parou na boa atuação de Vanderlei. O Coritiba subiu de produção e criou duas chances em sequência. Aos 18 minutos, Junior Urso arriscou de longe e Ronaldo defendeu. Um minuto depois Anderson Aquino chutou cruzado e a bola passou raspando.

O Coritiba também perdia suas chances criadas, como aos 29 minutos, com Gil, que ajeitou para o pé certo e mandou nas arquibancadas. O goleiro coxa-branca apareceu de novo aos 33 minutos, pegando chute rasteiro de Heliton. A resposta veio com Anderson Aquino, na cara do gol, aos 37 minutos. O chute saiu torto, para fora. O Papão estava entregue em campo e não ameaçava mais.