Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Coxa e Furacão duelam em mais um Atletiba decisivo

Por Da Redação 21 abr 2012, 20h01

Curitiba vai viver neste domingo, a partir das 16 horas (de Brasília), no Estádio Couto Pereira, mais um Atletiba decisivo. Coritiba, que será dono de 100% da torcida presente, e Atlético Paranaense entram em campo em jogo que pode valer o título do returno do Campeonato Paranaense 2012, em caso de vitória alviverde, ou um passo quase definitivo para o título do Furacão em caso de resultado positivo dos visitantes.

O técnico Marcelo Oliveira vive um pequeno drama nesse momento de decisão para o Coxa. O departamento médico está lotado, diminuindo as possibilidades de mexidas na equipe. Tanto que a única dúvida está na manutenção de Anderson Aquino no ataque ou a entrada de Marcel, que ainda tenta se firmar no Alto da Glória. Para o goleiro Vanderlei, será um duelo duro, mas a vontade de vencer é soberana.

‘A gente sabe que o clássico vai ser um jogo difícil. As duas equipes dependem de si para ser campeãs. A gente vai procurar vencer em casa. Tem que encarar assim, procurar fazer o nosso melhor. Vamos com tudo’, disse o camisa 1 coxa-branca, que está bem informado sobre as armas do adversário ara tentar neutralizá-las. ‘O Atlético é uma boa equipe. Temos que nos preparar para todos os jogadores. A comissão técnica vem acompanhando alguns jogos e nos passando todas as informações’, emendou.

Pelo Furacão, a semana foi de mistério. Porém, embora o técnico Juan Carrasco não revela a escalação, as possibilidades de alterações não as muita. Manoel, que foi poupado, por exemplo, deve ir para o jogo, assim como Paulo Baier. A dúvida, neste caso, é de quem sai: Deivid, Zezinho ou Ligüera. No ataque, Ricardinho e Bruno Mineiro estão à disposição e viraram sombras para Marcinho Edigar Junio, assim com Bruno Costa, que tem entrado com eficiência, e deixa Héracles em alerta.

‘Como é clássico, estamos analisando qual a melhor tática e formação. É uma partida especial, todos jogadores querem jogar e nós estamos preparados e bem prevenidos. Se vencermos, ficamos perto do título do segundo turno’, afirmou o comandante rubro-negro, que não vai, no entanto, abdicar do ataque. ‘Assim como nas outras partidas, é jogar para vencer. Sempre respeitamos o rival, mas continuaremos jogando para frente’, concluiu.

Mais quatro partidas – Outros quatro jogos movimentam a rodada de domingo da Série Ouro. Às 15h30 (de Brasília), o já rebaixado Iraty, que pode ainda se despedir do futebol profissional por falta de patrocínios, recebe o Operário, no Estádio Emilio Gomes, em Irati. No mesmo horário, o Londrina, em crise, tenta as últimas cartadas para chegar à Série D do Brasileirão diante do Cianorte, adversário diretor, no Estádio do Café.

Dez minutos depois, entram em campo Arapongas, que pode confirmar sua vaga na Série D, e Rio Branco, que não luta por mais nada, no Estádio dos Pássaros. Fechando a rodada, o jogo dos desesperados, às 16 horas. Paranavaí e Roma Apucarana podem definir o segundo time rebaixado, no Estádio Dr. Waldemiro Wagner.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA

CORITIBA X ATLÉTICO PARANAENSE

Local: Estádio Major Antonio Couto Pereira, Curitiba (PR)

Data: 22 de abril de 2012, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Antônio Denival de Morais

Assistentes: Roberto Braatz e Luiz H. de S. Santos Renesto

CORITIBA: Vanderlei; Jonas, Démerson, Emerson e Eltinho; Junior Urso, Tcheco, Rafinha, Lincoln, Roberto e Anderson Aquino Técnico: Marcelo Oliveira Técnico: Juan Carrasco

Continua após a publicidade
Publicidade