Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corte mantém pena, mas permite que Suárez volte a treinar

Jogador uruguaio do Barcelona só poderá voltar a jogar em outubro

Em decisão anunciada nesta quinta-feira, o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) optou por manter a punição da Fifa de quatro meses de banimento do futebol a Luis Suárez pela mordida em Giorgio Chiellini, zagueiro da Itália, durante partida da Copa do Mundo de 2014. Contudo, diferentemente da entidade, a corte autorizou o atleta a participar dos treinamentos de seu novo clube, o Barcelona.

Leia também:

Técnico do Barça cogita ter Messi, Neymar e Suárez juntos

Vídeo: Assista à mordida de Suárez

Luis Suárez: o craque das reações intempestivas

“Mordida” do uruguaio Suárez ganha versões na internet

Este era o último recurso de Luis Suárez contra a sanção imposta pela Fifa. O uruguaio será obrigado a cumprir os quatro meses de banimento dos gramados, mas poderá se integrar ao grupo do Barcelona. Além de manter o banimento, o TAS não alterou a suspensão de Suárez em nove jogos da seleção uruguaia. Ele só estará liberado para voltar a jogar por seu clube no fim de outubro.

Até o momento, o atacante só cumpriu uma partida de suspensão, no duelo entre Uruguai e Colômbia, válido pelas oitavas de final da Copa, quando sua seleção se despediu do torneio. De lá para cá, Suárez trocou o Liverpool pelo Barcelona, mas ainda não realizou nenhuma atividade sob o comando da comissão técnica. O atacante de 27 anos poderá estrear pelo Barcelona diante do rival Real Madrid, pelo Campeonato Espanhol, em jogo marcado para o próximo dia 28 de outubro, no Santiago Bernabéu.

(Com agência Gazeta Press)