Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corte mantém pena e Barça não poderá contratar em 2015

Time foi punido por ter negociado com atletas estrangeiros menores de idade

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) ratificou nesta terça-feira a proibição ao Barcelona de contratar jogadores até janeiro de 2016. A equipe foi punida por negociar com atletas estrangeiros menores de 18 anos, o que não é permitido pela lei. O tribunal negou o recurso apresentado pelo clube espanhol ao constatar que o Barcelona “descumpriu as regras sobre proteção de menores e o registro de menores que frequentam as academias de futebol”.

Com isso, o time de Neymar e Lionel Messi não poderá contratar nas próximas duas janelas de transferência (em janeiro e junho de 2015) e deverá pagar uma multa de 450.000 francos suíços (1.2 milhão de reais). O Barça recorreu ao CAS depois que a Fifa o proibiu de contratar atletas, em abril. No fim daquele mês, o clube conseguiu uma suspensão provisória da pena por parte da Fifa enquanto sua primeira apelação tramitava.

Leia também:

Punição estraga ano do Barça – que pode perder reforços

Barrichello campeão, Douglas no Barcelona…o esporte perdeu a noção em 2014

Atlético de Madri anuncia retorno de Fernando Torres

Luis Suárez vestiu a camisa do Barcelona e treinou com os companheiros Luis Suárez vestiu a camisa do Barcelona e treinou com os companheiros

Luis Suárez vestiu a camisa do Barcelona e treinou com os companheiros (/)

Graças a esta prorrogação, o Barça pôde contratar no verão, o que lhe permitiu renovar sua equipe e se antecipar diante da possível aplicação da pena no futuro, gastando mais de 150 milhões de euros em contratações de atletas como o uruguaio Luis Suárez.

Resposta – O Barcelona divulgou uma nota de repúdio à decisão do CAS em seu site oficial e prometeu recorrer da punição, considerada como “desproporcional”. A equipe catalã diz que “apoia a política de proteção dos menores de idade” e que se considera “um exemplo mundial quanto à formação e aprendizagem de jovens jogadores”. O Barcelona encerra o comunicado dizendo que estuda recorrer da decisão no Tribunal Federal da Suíça, país onde está sediado o CAS.

Embora não possa contratar reforços, o Barcelona poderá renovar ou rescindir contrato com seus atuais atletas normalmente. O clube também poderá receber de volta jogadores emprestados e recorrer às categorias de base para formar os elencos das próximas temporadas.

(Com agência France-Présse)