Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Corredores de 59 países disputarão no domingo a 25ª Maratona de Havana

Por Da Redação 19 nov 2011, 20h15

Havana, 19 nov (EFE).- A 25ª edição da Maratona de Havana será disputada este domingo por mais de 2.500 corredores, com 239 estrangeiros de 59 países, informaram neste sábado os organizadores.

Os estrangeiros confirmados procedem na maioria de Brasil, Alemanha, Finlândia, Noruega, Bélgica, Portugal, México, Itália, Espanha, Inglaterra, Suíça, Dinamarca, Canadá, França, Colômbia, Venezuela e Estados Unidos, confirmaram as fontes oficiais.

A competição contará pela primeira vez desde 2003 com fundistas dos EUA com uma ‘representação considerável’, informou o diretor-geral da maratona, Carlos Gattorno.

Acrescentou que os americanos receberam a permissão do Departamento do Tesouro para poder viajar à ilha depois de nos últimos sete anos Washington ter vetado a possível participação de atletas desse país na cidade cubana.

O Governo de Barack Obama anunciou em janeiro passado uma nova flexibilização das normas sobre as viagens a Cuba desde EUA para alguns grupos como estudantes, acadêmicos, jornalistas ou membros de organizações religiosas com o objetivo de aumentar os contatos ‘entre os povos’ e apoiar a sociedade civil cubana.

A medida facilitou as viagens de troca entre ambos os países e teve como antecedente a decisão de Obama em abril de 2009 de ‘relaxar’ a proibição das viagens à ilha para os cubano-norte-americanos.

O circuito oficial da maratona, que terá sua largada neste domingo no Passeio do Prado de Havana, foi homologado pela Federação Internacional de Maratonas.

A corrida cubana é realizada anualmente nas distâncias de 10, 15, 21 quilômetros e maratona (42 quilômetros e 195 metros). EFE

Continua após a publicidade

Publicidade