Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Coronavírus: Wimbledon é cancelado pela 1ª vez desde a Segunda Guerra

Assim como o Grand Slam realizado na Inglaterra, toda a temporada de torneios na grama não será disputada devido à pandemia da Covid-19

Por Danilo Monteiro Atualizado em 1 abr 2020, 17h05 - Publicado em 1 abr 2020, 14h18

A organização de Wimbledon anunciou nesta quarta-feira, dia 1º, o cancelamento do Grand Slam de tênis realizado na Inglaterra devido à pandemia de coronavírus. A 134ª edição do torneio mais tradicional do circuito estava marcada para o dia 29 de junho, tempo considerado insuficiente para controlar as consequências da Covid-19, impossibilitando a realização de Wimbledon pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial – entre 1940 e 1945, o campeonato não aconteceu.

ASSINE VEJA

Coronavírus: a salvação pela ciência
Coronavírus: a salvação pela ciência Enquanto os melhores laboratórios do mundo entram em uma luta bilionária contra a doença, países trazem experiências bem-sucedidas para que a vida e a economia voltem à normalidade
Clique e Assine

“O principal em nossa mente é a saúde e a segurança de todos aqueles que se reúnem para fazer Wimbledon acontecer, bem como nossa responsabilidade mais ampla pelos esforços da sociedade para enfrentar esse desafio global de nosso modo de vida. Essas considerações estão particularmente relacionadas às preocupações provocadas pelas reuniões de massa e à pressão sobre os serviços médicos e de emergência, bem como às restrições de movimento e viagem tanto no Reino Unido quanto no mundo”, comunicou a organização, em nota.

  • A decisão causou espanto entre jogadores do circuito, como o suíço Roger Federer, que admitiu, em suas redes sociais, estar devastado com o cancelamento. Oito vezes campeão nas gramas de Londres, Federer nunca escondeu o amor que tem por Wimbledon. Neste ano, inclusive, o atual número quatro do ranking da ATP resolveu adiantar uma artroscopia no joelho, perdendo a temporada de saibro, para priorizar o circuito na grama.

    Temporada de grama do circuito profissional também foi cancelado – A ATP e a WTA seguiram a linha dos organizadores de Wimbledon e cancelaram todo o circuito de grama da atual temporada, como já haviam feito com os torneios de saibro. “A ATP e a WTA percebem a importância e a responsabilidade de priorizar a saúde e a segurança da comunidade de tênis e do público em geral, enquanto avaliam a viabilidade da retomada dos torneios. A suspensão abrange a totalidade do balanço da quadra de grama, incluindo os eventos de Stuttgart, London-Queen’s, Halle, Mallorca e Eastbourne”, detalhou a ATP, em nota.

    O cancelamento de Wimbledon foi inesperado após a atitude da organização de Roland Garros, que ao invés de suspender a realização do torneio, marcou de maneira independente uma nova data para a disputa, a partir do dia 20 de setembro. A decisão controversa gerou revolta entre os jogadores, pois será uma semana após o Us Open e coincidirá com outros torneios, como a Laver Cup, que tem Federer como um dos organizadores.

    Continua após a publicidade
    Publicidade