Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Coronavírus tira diversos torneios esportivos da China

Campeonatos de tênis, boxe, futebol, basquete e esqui alpino tiveram de ser cancelados, adiados ou transferidos

Por AFP Atualizado em 29 jan 2020, 15h06 - Publicado em 29 jan 2020, 14h58

A epidemia de coronavírus, que já infectou mais de 6.000 pessoas na China e dezenas em outros países, levou entidades esportivas a alterar o calendário no país asiático. Até o momento, competições de tênis, boxe, futebol, basquete e esqui alpino já foram cancelados, transferidos ou adiados.

Até o momento, a China já registrou pelo menos 6.060 casos de infeção e 132 mortes pelo coronavírus. Metade dos registros ocorreu na província de Hubei, cuja capital é Wuhan — onde a enfermidade teria começado a se propagar. A infecção se espalhou além das fronteiras, com 91 casos registrados em 18 países.

Na última terça 28, a Federação Internacional de tênis (ITF) anunciou a transferência dos jogos do grupo 1 da zona Ásia/Oceania, entre 4 a e 8 de fevereiro, da China para o Cazaquistão. Ainda na modalidade, a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) anunciou a suspensão de quatro torneios da série Challenger na China.

Os Challengers de Qujing, que começaria em 2 de março; de Zhuhai, previsto para iniciar em 9 de março; de Shenzhen, a partir de 16 de março; e de Zhangjiagang, com começo em 23 de março, não serão mais realizados nestas datas.

  •  

    Nesta quarta-feira, 29, foram canceladas as provas da Copa do Mundo de esqui alpino previstas para 15 e 16 de fevereiro, em Yanqing, na China Federação Internacional (FIS). Este seria o primeiro evento teste da China para os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim-2022.

    Um dos grupos do Pré-Olímpico feminino de futebol foi transferido de Wuhan, na China, para Melbourne, na Austrália. A seleção chinesa foi colocada em quarentena na cidade australiana, por precaução, até o início do torneio, em 3 de fevereiro.

    O primeiro evento cancelado por causa do surto de coronavírus foi o Pré-Olímpico de boxe da Ásia e Oceania para a Olimpíada de Tóquio-2020, que aconteceria entre os dias 3 e 14 de fevereiro na cidade de Wuhan, na China, justamente onde o vírus se iniciou. O COI optou por transferi-lo para a Jordânia. Já o pré-olímpico feminino de basquete mudou da China para a Sérvia.

    Continua após a publicidade
    Publicidade