Clique e assine a partir de 8,90/mês

Coronavírus no esporte: os principais eventos afetados pela pandemia

Covid-19 já provocou adiamentos, cancelamentos e jogos com portões fechados de diversos esportes, em todas as partes do mundo

Por Da Redação - Atualizado em 30 jul 2020, 19h27 - Publicado em 17 mar 2020, 10h55

A pandemia de coronavírus já matou mais de 7 000 pessoas em todo o mundo e afetou diretamente praticamente todos os principais eventos esportivos do planeta – apenas os organizadores da Olimpíada de Tóquio-2020 relutam em cogitar adiamento oficialmente, mas há uma reunião marcada para esta quarta-feira 17 para discutir o assunto. Nas últimas semanas, estádios sem torcedores, atletas famosos infectados e notícias sobre adiamentos ou cancelamentos de torneios tomaram conta do noticiário esportivo. Confira, abaixo, quais medidas já foram tomadas para os megaeventos de cada modalidade:

FUTEBOL

Mundial de Clubes de 2021: adiado

A Fifa confirmou nesta terça-feira 17 o adiamento do novo Mundial de Clubes, que seria disputado com 24 equipes em 2021. O novo formato precisará de nova data, após a entidade anunciar que a Eurocopa e a Copa América não serão mais disputadas neste ano, em razão da pandemia de coronavírus, abarrotando ainda mais o calendário de 2021. O Mundial deste ano, ainda no formato antigo, não sofreu alterações pela Fifa.

Eurocopa e Copa América: adiadas para 2021

A Uefa, federação europeia de futebol, decidiu adiar por um ano a disputa do seu principal campeonato de seleções: a Eurocopa. A disputa, que seria realizada em vários países do continente entre 12 de junho e 12 de julho, agora será disputada entre 11 de junho a 11 de julho de 2021. Pouco depois, a Conmebol anunciou a mesma medida para a competição com sedes na Argentina e na Colômbia para 2021. A mudança deve afetar a realização do Mundial de Clubes, programada para o meio do ano que vem, na China.

Campeonatos Estaduais: interrupções em MG, SP, RS e RJ

A CBF decidiu interromper as competições nacionais por tempo indeterminado, mas não quis tomar nenhuma decisão sobre os campeonatos estaduais. As federações de cada Estado convocaram reuniões com os clubes e algumas decidiram pela paralisação imediata. O primeiro Estadual que parou foi o de Minas Gerais. A Federação Mineira de Futebol suspendeu a primeira e a segunda divisão já no domingo 15. Na manhã desta segunda-feira 16, uma reunião com os 16 clubes do Campeonato Paulista definiu que a competição também será paralisada. Os representantes dos times e da federação do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro também acertaram o adiamento de suas competições, mas apenas pelos próximos 15 dias.

Jogadores do Grêmio entraram de máscara diante do São Luiz
Jogadores do Grêmio entraram de máscara diante do São Luiz Lucas Uebel/Getty Images

Grandes ligas da Europa e da América do Sul: jogos adiados

Depois de fechar os portões de alguns jogos, as principais ligas do continente tomaram medidas mais drásticas: a Liga Espanhola adiou as próximas duas rodadas depois que o Real Madrid entrou em quarentena. A Itália, país mais atingido pelo Covid-19 do continente, suspendeu todas as competições nacionais, incluindo a Série A, até o dia 4 de abril. A França anunciou portões fechados até o dia 15 de abril nas duas principais divisões. Portugal também anunciou a suspensão do público nos estádios por tempo indeterminado, assim como cinco países sul-americanos: Argentina, Chile, Colômbia, Equador e Paraguai. Um dos últimos países a anunciar medidas foi a Inglaterra, que só suspendeu seus jogos dia 13, depois da confirmação de que o técnico mikel Arteta, do Arsenal, está infectado. O Campeonato Alemão foi paralisado nesta semana. 

Liga dos Campeões: suspensa

A Uefa relutou em tomar uma atitude, mas anunciou no dia 13 a suspensão dos jogos que restam das oitavas de final da Liga dos Campeões e da Liga Europa, que estavam previstos para a próxima semana. Com isso, as partidas entre Bayern de Munique e Chelsea, Barcelona e Napoli, Manchester City e Real Madrid e Juventus e Lyon, pela principal competição continental, ficam suspensas por tempo indeterminado. Os times já classificados para as quartas de final da Champions League são PSG, RB Leipzig, Atlético de Madri e Atalanta.

No estádio do Valencia, único assento “ocupado” foi o de um torcedor homenageado com uma estátua UEFA - Handout/Getty Images

Libertadores: suspensa

Com a pandemia se alastrando pelo continente americano, a Conmebol decidiu suspender por tempo indeterminado a disputa da Libertadores a partir da próxima semana.

Eliminatórias da Copa: adiada

Continua após a publicidade

Conmebol solicitou, na noite de quarta-feira, 11, o adiamento das duas primeiras rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar, em 2022, por causa do surto de coronavírus. A Fifa respondeu nesta quinta, autorizando o adiamento, sem novas datas previstas. O Brasil enfrentaria Bolívia e Peru nos dias 27 e 31 de março. 

Olimpíada de Tóquio-2020: inalterada

O comitê organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio-2020 segue negando a possibilidade de os Jogos não começarem no dia 24 de julho, mas os rumores sobre um possível adiamento ou até cancelamento crescem a cada dia. No último dia 12, o presidente Donald Trump afirmou, durante evento na Casa Branca, que os Jogos no Japão poderiam ser adiados em até um ano. Um dia antes, a ministra dos Jogos tratou a possibilidade como “inconcebível”, mas foi contrariada por colegas da organização. Uma nova reunião marcada para esta quarta-feira 17 deve ser decisiva.

FÓRMULA 1


GP da Austrália: cancelado

No início da manhã desta sexta-feira 13 na Austrália (noite de quinta no Brasil), os organizadores da Fórmula 1 decidiram cancelar a realização do Grande Prêmio de Austrália, a etapa de estreia do Mundial de Fórmula 1. A situação se agravou após um membro da equipe McLaren ser diagnosticado com o coronavírus. Pilotos como Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen ja deixaram o país, inclusive.

GPs do Bahrein, do Vietnã e da China: adiados

Os GPs do Barein e do Vietnã, previstos para acontecer respectivamente em 22 de março e 5 de abril, foram adiados nesta sexta-feira, 15. Foco inicial do coronavírus, a China já havia anunciado no mês passado que não teria condições de realizar a quarta etapa do Mundial de Fórmula 1, prevista para 19 de abril. Ainda não há novas datas para a corrida (se é que irão ocorrer).

BASQUETE

NBA e Euroliga: suspensas

As duas principais ligas de basquete do mundo, a americana e a europeia, foram suspensas por tempo indeterminado, depois que jogadores do Utah Jazz e do Real Madrid foram confirmados como infectados. Também nesta quinta, a NCAA, entidade que rege o esporte universitário nos Estados Unidos, cancelou o March Madness, fase de mata-mata do principal campeonato da categoria, segundo informações do New York Times.

TÊNIS

Roland Garros: adiado

A Federação Francesa de Tênis anunciou o adiamento de Roland Garros para o dia 20 de setembro. A decisão controversa, em razão do coronavírus, aparenta ter sido tomada de forma independente e causa incertezas com relação ao calendário do tênis. A entidade informou que a mudança de data foi feita pensando no interesse de jogadores – alguns reclamaram outra vez sobre a falta de informação prévia.

Tour da ATP: suspenso
A Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) decidiu suspender todos os eventos do circuito masculino marcados para as próximas seis semanas. No início da semana já havia sido cancelado o torneio Masters 1000 de Indian Wells, na Califórnia. Nesta quinta, o grande torneio seguinte, o Aberto de Miami, também foi cancelado pelos organizadores.

Finais da Fed Cup: adiadas
Equivalente à Copa Davis para o tênis feminino, a Fed Cup realizaria sua fase final entre os dias 14 e 19 de abril, em Budapeste, na Hungria. A Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês), entidade responsável pela competição, confirmou seu adiamento, sem uma nova data para a realização do torneio. As finais envolveriam tenistas de doze países, incluindo a França, a atual campeã.

Continua após a publicidade
Publicidade