Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Coronavírus: irmãos Murray planejam mini-torneio para substituir Wimbledon

O Grand Slam de tênis britânico, marcado originalmente para o dia 29 de junho, foi cancelado devido à pandemia da Covid-19

Por Danilo Monteiro Atualizado em 21 abr 2020, 14h12 - Publicado em 21 abr 2020, 13h57

Os irmãos escoceses Jamie e Andy Murray estão planejando um mini-torneio em Londres para suprir a ausência de Wimbledon, Grand Slam de tênis cancelado por causa da pandemia de coronavírus. Segundo o jornal inglês The Times, a dupla pretende reunir apenas os melhores tenistas britânicos para participar da disputa, que cumprirá as regras de saúde estabelecidas pelo governo.

Jamie, número 26º no ranking de duplas da ATP, é um dos líderes por trás da iniciativa, que já tem interesse de canais de televisão. O torneio, segundo o jornal inglês, será disputado no final de junho ou início de julho, em quadras duras de Londres, caso o governo do país permita. Além dos irmãos Murray, também participarão Daniel Evans, Kyle Edmund, Cameron Norrie, Jay Clarke, Liam Broady, James Ward e Jack Draper.

  • O mini-torneio terá o mesmo formato do ATP Finals, mas com os oito melhores tenistas britânicos divididos em dois grupos. As partidas não terão boleiros, juízes de linha e de cadeira, para evitar o contágio do vírus. Os jogadores terão de marcar as bolas fora e pegar as bolinhas espalhadas pela quadra, como em uma partida amistosa.

    O circuito profissional de tênis está suspenso até o dia 13 de julho, mas o hiato pode ser alongado ainda mais, por causa do alcance da WTA e ATP, que têm torneios espalhados por todo o mundo, dificultando um retorno tão breve, pois cada país lida e é afetado de maneiras distintas pelo coronavírus. O Reino Unido tem mais de 125 000 casos confirmados e cerca de 16 000 mortes pela Covid-19.

    Continua após a publicidade
    Publicidade