Clique e assine com até 92% de desconto

Coritiba era só lamentação após derrota, no apagar das luzes no Rio

Por Da Redação 6 ago 2011, 21h50

O Coritiba segurou o Flamengo até o finalzinho da partida, mas sofreu um gol aos 44 minutos do segundo tempo, deixando escapar um ponto importante fora de casa para os objetivos da equipe no Campeonato Brasileiro 2011. O goleiro Edson Bastos lamentou o castigo após uma partida equilibrada, mas sabe que mais uma vez a equipe pecou nas finalizações.

‘A gente vinha bem, sabíamos que o ponto forte do Jael era cabeçada, ele foi feliz e marcou. A gente criou no primeiro tempo, faltou colocar a bola para dentro’, avaliou o camisa 1 alviverde, que lembrou que o duelo foi contra uma das melhores equipes da competição e, mesmo assim, o Coxa jogou em igualdade de condições ‘Jogamos de igual para igual com um time que está invicto. Um castigo para a gente que jogou bem’, acrescentou.

Falha no ataque, mas também na defesa. O zagueiro Emerson não escondeu o abatimento ao assumir que não subiu no tempo certo para evitar a cabeçada mortal de Jael ,que decretou os números finais do marcador no Rio de Janeiro. ‘Eu errei, pensei q ele não ia chegar na bola’, contou. Por outro lado, o meia Rafinha deu os méritos ao grande nome do adversário. ‘O time jogou bem, marcou bem, no lance decisivo o Ronaldinho colocou na cabeça dele e ele marcou. Méritos deles’, analisou.

Quem estava inconformado após o apito final era o atacante Bill, que reclamou bastante do árbitro Elmo Resende Cunha, que não teria anotado uma penalidade a favor do Alviverde, minutos antes do gol tomado no apagar das luzes no Estádio Engenhão. ‘Ele tá de sacanagem! Não pode ser assim não’, desabafou o matador coxa-branca.

Para o zagueiro Jéci, o time paranaense precisa exaltar os aspectos positivos, como encarar um dos líderes da competição de frente, e levantar a cabeça para buscar a recuperação em casa, diante do Atlético Mineiro. ‘Mais doído, é duro de aceitar uma derrota desta, a gente encarou o Flamengo de igual para igual e tomamos um gol de besteira. Agora temos de vencer’, finalizou.

Continua após a publicidade
Publicidade