Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Corintianos já se incomodam menos e até brincam com vitórias magras

Por Da Redação 30 mar 2012, 05h00

Vencer o XV de Piracicaba mesmo com atuação irregular mudou o discurso do Corinthians sobre as constantes vitórias magras. O técnico Tite, que já se irritou com jornalistas por ouvir repetidas perguntas sobre o assunto, já até brinca com o tema, assim como o zagueiro Leandro Castán.

Após o jogo de quarta, o treinador sorriu ao dizer que um de seus objetivos continua sendo traduzir em gols as oportunidades criadas. ‘Ninguém me perguntou sobre isso ainda, mas já estou antecipando a resposta’, brincou o comandante, que uma semana antes esbravejou porque gostaria de falar mais sobre o bom desempenho do time na vitória por 1 a 0 sobre o mexicano Cruz Azul do que das várias chances perdidas.O Corinthians venceu 13 dos 20 jogos que disputou no ano, dez deles por somente um gol de diferença. O placar mais elástico construído pelos alvinegros até aqui foi 2 a 0, contra Guaratinguetá e Portuguesa, pelo Paulistão, e Nacional do Paraguai, na Libertadores.

‘Para mim, não incomoda. Estou ganhando, fui campeão brasileiro praticamente ganhando só de 1 a 0 ou 2 a 1. Prefiro ganhar todos os jogos por 1 a 0 do que ganhar um por 4 a 0 e depois perder dois. Quero ganhar de 1 a 0 e ser campeão de tudo’, complementou Castán.

A tática está dando certo, posto que o Timão já está garantido nas quartas de final do Paulistão e depende de um empate para se classificar às oitavas da Libertadores.

Continua após a publicidade

Publicidade