Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corinthians vence em ‘casa’, elimina Nacional e obtém classificação

Com maioria da torcida a favor e gols de Jorge Henrique, Emerson e Elton, o Corinthians bateu o fraco Nacional por 3 a 1, na noite desta quarta-feira, e confirmou classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores. A uma rodada do fim da fase de grupos, o resultado em Ciudad del Este também elimina os paraguaios e classifica o mexicano Cruz Azul.

Esse foi o primeiro triunfo dos comandados de Tite fora de casa nesta edição do torneio. Nem tão fora de casa, já que o jogo, vendido pelo mandante a uma empresa, foi transferido para a fronteira com o Brasil. Os corintianos então foram em peso ao Estádio 3 de Febrero ver o time chegar a 11 pontos e reassumir a liderança do grupo. O Cruz Azul, com oito pontos ganhos, também não pode mais ser alcançado pelo Nacional, que estaciona nos quatro.De volta ao time ao serem liberados pelo departamento médico, Emerson e Jorge Henrique foram os atletas mais agudos do Corinthians na etapa inicial desta quarta-feira. O primeiro, aberto pelo lado direito, enfezou a defesa adversária logo de início, colocando uma bola entre as pernas de um marcador no primeiro minuto de jogo. O último, que chegou a dar um susto na própria retaguarda, levou perigo nas bolas levantadas à área e abriu o placar.

Visitante, mas com maioria da torcida a favor, o time brasileiro não demorou muito para dominar o campo ofensivo. Só que, aos dez minutos, Jorge Henrique tentou recuo à defesa e atrasou fraco demais. O Nacional se aproveitou e obrigou Julio Cesar a fazer uma difícil defesa, que seria sua única antes do intervalo.

Passado o susto, o Corinthians voltou a tentar o gol. E, sem muitas chances claras, ele saiu em um lance que talvez poucos esperassem. O canhoto Jorge Henrique recebeu passe na esquerda, levou a bola ao pé direito e chutou sem muita força. Mas o goleiro Ignacio Don pulou tarde demais para o canto e permitiu que a equipe alvinegra inaugurasse o marcador aos 28 minutos, para festa dos corintianos que deixaram o Brasil rumo ao Paraguai.

O Nacional, que pouco fazia até então, precisou deixar mais o campo de defesa em busca pelo menos do empate, resultado que mantinha vivo seu sonho de classificação. Por pouco não conseguiu. Onze minutos depois do gol de Jorge Henrique, o goleiro Julio Cesar esperou cobrança de falta muito adiantado, talvez esperando cruzamento para o meio da área, e foi surpreendido: Miranda bateu direto para o gol e acertou o travessão da meta defendida pelo camisa 1 brasileiro.

No retorno do intervalo, Emerson também deixou sua marca. Aos seis minutos, Edenílson construiu bela jogada individual em direção ao gol, mas viu a bola escapar de seus pés na entrada da área. Por sorte, ela caiu nos pés do atacante, que deixou Ignacio Don no chão e tocou para a rede, com o gol já vazio.

O segundo gol em tese mataria o Nacional, porém o time paraguaio encontrou um gol aos 23 minutos. Julio Cesar defendeu chute vindo da ponta esquerda, e a sobra caiu para Peralta pegar de meia bicicleta e descontar. Apesar disso, o novo fôlego dos ‘mandantes’ acabou dois minutos mais tarde, quando Elton – que havia acabado de entrar no lugar de Liedson – pegou sobra de dividida entre Emerson e Ignacio Don, marcou o terceiro tento brasileiro e fechou a contagem.

Na última rodada da primeira fase, daqui a uma semana, o Corinthians recebe o Deportivo Táchira, no Pacaembu. No mesmo dia, o já eliminado Nacional visita o Cruz Azul, também classificado antecipadamente graças à vitória brasileira em Ciudad del Este.