Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corinthians pressiona, mas fica no empate com a Lusa

Por Felipe Rosa Mendes

São Paulo – O Corinthians pressionou, acertou o travessão, desperdiçou oportunidades e não conseguiu passar do 1 a 1 com a Portuguesa, na noite deste sábado, no Pacaembu, pela 11ª rodada do Brasileirão. Sem Danilo, o time de Tite contou com gol de Douglas para chegar ao empate. O primeiro gol da partida foi marcado por Heverton.

Embalado por duas vitórias seguidas, o Corinthians só não buscou o terceiro triunfo consecutivo por causa das chances desperdiçadas no segundo tempo, principalmente com Emerson e Romarinho. Assim, estacionou no meio da tabela, agora com 12 pontos.

Pressionada, a Portuguesa tem poucos motivos para reclamar do resultado. Apesar de ter saído na frente, caiu de rendimento no segundo tempo e teve poucas chances de marcar o segundo go. No fim, precisou recuar para conter o ímpeto do setor ofensivo do Corinthians. Com o empate, soma nove pontos, na beira da zona de rebaixamento.

O JOGO – Corinthians e Portuguesa fizeram um primeiro tempo morno neste sábado. Sem Danilo, poupado, o time mandante não repetiu o futebol que quase goleou o Flamengo na rodada passada justamente por causa da pouca inspiração de Douglas, autor de dois gols no Rio de Janeiro.

Discreto, o meia só se destacou em um lance na etapa inicial, aos 11 minutos, quando descolou grande enfiada para Emerson. O atacante disparou pela direita, surpreendendo a defesa, mas falhou na finalização. Foi o único lance de perigo do Corinthians no primeiro tempo.

Mesmo com menos recursos, a esforçada Portuguesa dava mais trabalho no ataque. Aos 12, Heverton investiu pela esquerda, entrou na área, mas, cara a cara com Cássio, bateu mal na bola e facilitou a defesa do goleiro corintiano. Aos 19, Diego Viana aproveitou saída errada de Cássio dentro da área e quase marcou.

Insistente, a Portuguesa chegou ao gol aos 29. Após boa troca de passes pela esquerda, Heverton recebeu enfiada de Moisés, entrou na área sem marcação e bateu forte, sem chances para Cássio. O mesmo atacante quase anotou o segundo aos 43, na tentativa frustrada de completar bom cruzamento da direita.

Pressionado, o Corinthians voltou mais atento no segundo tempo e, com Jorge Henrique no lugar de Edenílson, ganhou mais força ofensiva. A reação foi consolidada com o gol de empate de Douglas, que havia sido o fator de desequilíbrio na partida com o Flamengo, na rodada passada.

Aos 4 minutos, ele cobrou falta perigosa na área. Jorge Henrique ameaçou desviar de cabeça e enganou a defesa rival, que apenas assistiu a bola entrar direto no gol. A virada quase veio cinco minutos depois, em lance de Romarinho pela direita. O atacante, porém, pegou mal na bola e mandou longe do gol.

Mais solto em campo, o Corinthians passou a empilhar chances perdidas no ataque. Aos 26, Emerson recebeu passe pela direita, invadiu a área, mas chutou longe do gol. Dois minutos depois, foi a vez de Romarinho desperdiçar boa oportunidade. Da entrada área, pegou mal na bola e bateu fraco.

Douglas também aumentou a contagem de gols perdidos aos 35 minutos, quando acertou o travessão. Aos 43, Romarinho ainda teve outra oportunidade, ao cabecear com perigo quase dentro da pequena área. Dida, porém, fez a defesa e impediu o gol da vitória.

Na próxima rodada, o Corinthians jogará novamente no Pacaembu, desta vez contra o Cruzeiro, na quarta-feira. A Portuguesa vai visitar o Flamengo, no Engenhão, no dia seguinte.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 x 1 PORTUGUESA

CORINTHIANS – Cássio; Welder, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho (Ramírez), Edenílson (Jorge Henrique) e Douglas; Emerson (Adilson) e Romarinho. Técnico: Tite.

PORTUGUESA – Dida; Luis Ricardo, Gustavo, Valdomiro, Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Léo Silva, Guilherme, Moisés; Heverton e Diego Viana (Rodriguinho). Técnico: Geninho.

GOLS – Heverton, aos 29 minutos do primeiro tempo. Douglas, aos 4 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Heverton, Douglas, Luis Ricardo, Romarinho,

ÁRBITRO – Leandro Bizzio Marinho (SP).

RENDA – R$ 991.425,00.

PÚBLICO – 31.106 pagantes.

LOCAL – Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).