Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Corinthians perde por 2 a 1 do Atlético-MG na estreia do técnico Cristóvão Borges

O gramado ruim e a boa marcação do Atlético dificultaram a vida do novo técnico corintiano

Por Da Redação 23 jun 2016, 00h41

O primeiro jogo de Cristóvão Borges no comando do Corinthians ficará marcado por erros grosseiros da arbitragem e do jovem zagueiro Pedro Henrique e pela falta de qualidade na finalização. Assim, o Atlético-MG venceu por 2 a 1 a partida no Mineirão e frustrou os planos da equipe paulista, que pretendia acabar a rodada próximo dos líderes. Com o resultado, o Corinthians se manteve com 16 pontos, seis a menos que o líder Palmeiras. Já o Atlético chega aos 13 e começa a se afastar da parte inferior da tabela.

Preocupado em não descaracterizar a equipe bem montada por Tite, Cristóvão Borges manteve o mesmo esquema tático e funções dos jogadores em campo e decidiu explorar o contra-ataque no primeiro tempo. Na parte defensiva, o time não comprometeu, mas faltou maior tranquilidade do meio para frente. O gramado ruim e a boa marcação do Atlético dificultaram a vida do técnico estreante.

Já Marcelo Oliveira escalou o Atlético com três atacantes, sendo que Fred ficava mais enfiado na área enquanto Robinho e Clayton caíam pelas pontas e exploravam o espaço deixado pelos ofensivos laterais do Corinthians. E foi assim que a equipe mineira conseguiu ter maior volume de jogo e criou boas jogadas.

Embora tivesse menos a bola no pé, o Corinthians conseguia chegar com perigo nos contra-ataques e faltava alguém para finalizar com qualidade. Romero, escolhido para ser a referência na área, sofreu com a bola no pé e passou todo o primeiro tempo trombando com os defensores e se jogando na área. O primeiro tempo acabou sem nenhuma grande chance de gol para as duas equipes, mas dois pênaltis não marcados. Aos 24, cobrança de falta para a área e Romero puxou Erazo pela camisa. Aos 35, Leonardo Silva colocou a mão na bola dentro da área e a arbitragem tampouco marcou.

Na segunda etapa, o Corinthians voltou mais ofensivo e acabou deixando mais evidente a diferença técnica entre os jogadores. Sem criatividade na frente, o time apostava nos lançamentos e cruzamentos para a área enquanto o Atlético insistia em jogar pelas laterais e foi premiado pela dedicação. Aos 21, Marcos Rocha recebeu na direita, em uma das vezes que conseguiu chegar com liberdade na direita, cruzou rasteiro e Fred desviou, mandando a bola por baixo de Cássio. O lateral do Atlético, porém, estava impedido na jogada e mais uma vez a arbitragem errou. Com o gol sofrido, Cristóvão resolveu mexer no ataque para tentar ter um pouco de qualidade na frente e colocou Lucca para atuar mais dentro da área e Romero auxiliar no meio de campo. Em uma das jogadas da dupla, Lucca teve uma boa oportunidade, em chute de longa distância e Victor fez a defesa.

Continua após a publicidade

O Corinthians parecia esboçar uma reação quando o jovem Pedro Henrique, de apenas 21 anos, correu um erro grosseiro. Aos 37, ao tentar recuar para Cássio, o defensor bateu fraco na bola, Cazares chegou nela primeiro e ainda driblou o goleiro antes de marcar e garantir a festa dos mineiros. Ao final da partida, o garoto chorou e foi consolado até pelos adversários. Aos 44, um fio de esperança para os corintianos. Romero pegou na direita e cruzou para Lucca desviar e descontar. Apesar da pressão nos minutos finais, Cristóvão Borges perdeu na estreia.

Botafogo 0 x 0 Figueirense – Em jogo movimentado, Botafogo e Figueirense desperdiçaram muitas chances de gol e saíram de campo com o empate por 0 a 0, nesta quarta-feira, em Juiz de Fora. Com o resultado, os cariocas chegaram a nove pontos e perderam a oportunidade de sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Já o catarinenses, com 13, seguem no meio da tabela de classificação.

Ponte Preta 0 x 4 Cruzeiro – Após perder duas consecutivas e ocupar a lanterna do Brasileirão, o Cruzeiro se recuperou em grande estilo na competição. Nesta quarta-feira, a Raposa não tomou conhecimento da Ponte Preta em pleno Moisés Lucarelli e goleou por 4 a 0. O resultado leva a equipe comandada por Paulo Bento aos 11 pontos. Para ficar de fora da zona de rebaixamento ao final da rodada, os cruzeirenses terão de secar os rivais que estão na luta contra a degola, principalmente Coritiba, Sport e Botafogo. Já a Macaca amarga sua segunda derrota seguida no campeonato e estaciona nos 13 pontos, podendo cair de posições com o decorrer da rodada.

Fluminense 2 x 4 Santos – Em sua melhor atuação como visitante no Campeonato Brasileiro, o Santos venceu o Fluminense por 4 a 2 em Cariacica, no Espírito Santo, e encostou no G4, com apenas um ponto de desvantagem para o Flamengo. Gabriel foi o destaque do jogo com dois gols, Rodrigão estreou bem como centroavante e também anotou o seu. Foi a segunda vitória do Santos fora de casa.

Santa Cruz 0 x 1 Flamento 1 – O Flamengo conquistou uma importante vitória na noite desta quarta-feira, contra o Santa Cruz, no Arruda. Em boa fase, o volante Willian Arão marcou o gol da vitória rubro-negra por 1 a 0 com um chute do meio da rua ainda no primeiro tempo. O resultado leva o time da Gávea aos 17 pontos e à quinta posição no campeonato, colado no G4. Já o Santa Cruz chega à quarta derrota nos últimos cinco jogos, se mantém com 11 pontos e se aproxima cada vez mais da parte de baixo da tabela.

(Com Estadão Conteúdo e Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade