Clique e assine com até 92% de desconto

Corinthians perde do Fluminense e pode ver São Paulo na liderança

Por Da Redação 11 set 2011, 17h59

O Corinthians deu mais uma prova neste domingo de sua instabilidade. Depois de uma grande vitória de virada sobre o rival direto Flamengo, no meio de semana, a equipe foi ao Rio de Janeiro e perdeu por 1 a 0 para o embalado Fluminense. O único gol do jogo foi anotado em cobrança de falta de Fred que desviou na barreira e enganou Julio Cesar.

Com mais um tropeço, a equipe permanece com 41 pontos conquistados e pode ver o São Paulo lhe tomar a liderança isolada do Campeonato Brasileiro. O rival entra em campo ainda neste domingo, diante do Grêmio, e pode pular para 43 pontos se derrotar o time gaúcho no Olímpico. Por sua vez, o Fluminense passa a somar 37 pontos e já ocupa a quinta colocação da tabela.

Para complicar a situação dos comandados do técnico Tite, o próximo compromisso será um clássico. No domingo, o Corinthians enfrenta o Santos, no Pacaembu. Já a equipe do técnico Abel Braga entra em campo no mesmo dia, quando tem pela frente o Bahia, no Pituaçu, em Salvador.

O jogo – Quem começou tomando iniciativa foi o Corinthians. Nos primeiros cinco minutos, o time mandante, pressionado, não conseguia deixar o campo de defesa e passar do meio-campo. Mas, aos poucos, o Fluminense começou a encaixar bons contragolpes e assustar o adversário.

Tanto que o primeiro lance de perigo foi tricolor. Aos oito minutos, Ciro recebeu ótimo passe em profundidade, no bico direito da grande área, limpou o primeiro zagueiro e tentou o chute de perna esquerda, mas errou. Após batida à meia altura, a bola sobrou para o argentino Lanzini, que pegou de primeira e viu o goleiro Julio Cesar espalmar sua pancada quase à queima-roupa.

Continua após a publicidade

Quatro minutos mais tarde, em outro lance individual de Ciro, que ouviu reclamação de Lanzini por prender demais a bola, o Fluminense quase movimentou o placar. Ele driblou Julio Cesar, no bico esquerdo da área, e perdeu o tempo do chute, mas conseguiu se recuperar, bateu rasteiro e só não marcou o primeiro gol da partida porque o zagueiro Chicão impediu em cima da linha.

Consciente do sufoco que o Corinthians vinha sofrendo, Julio Cesar pediu atendimento médico depois de cair no gramado. Mas a tática não surtiu efeito. Aos 22 minutos, Fred aproveitou falta cometida por Alex em Edinho na meia esquerda, e enfim venceu a meta corintiana. A bola desviou na barreira, que abriu, enganou o goleiro e entrou cuidadosamente no canto oposto.

Fred ainda teve mais uma chance, antes do intervalo, para balançar a rede, mas a desperdiçou. Ao ficar com sobra na pequena área, ele viu Julio Cesar crescer e tocou por cima do travessão.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Tite sacou o lateral esquerdo Ramon para a entrada do zagueiro Paulo André – o também zagueiro Leandro Castán foi deslocado para fazer a ala e corrigir as falhas de marcação do lateral na primeira etapa. O Corinthians sofreu menos, de fato, mas mais porque o Fluminense praticamente abdicou do ataque e passou a atuar recuado.

As únicas investidas da equipe tricolor eram em contra-ataques. Por outro lado, o time alvinegro também não tinha chances claras na frente, em função do bom posicionamento da defesa do Fluminense, que facilitou muito a vida de Diego Cavalieri. No fim, o Corinthians partiu para o sufoco – Danilo entrou no lugar de Leandro Castán -, mas não deu resultado. Com o gol que desviou na barreira, o time perdeu para um adversário embalado, mas também para si próprio.

(Com agência GazetaPress)

Continua após a publicidade
Publicidade