Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Corinthians perde do Coritiba, mas segue na liderança

Por Da Redação 4 set 2011, 18h01

Por Demétrio Vecchioli

São Paulo – Durou apenas um jogo a trégua na sequência de maus resultados do Corinthians. Neste domingo, a equipe voltou a ser derrotada, desta vez pelo Coritiba, por 1 a 0, num Couto Pereira lotado, pela 21.ª rodada do Brasileirão. Apesar de mais este revés, o time paulista segue líder isolado, com 40 pontos, ainda com dois de folga sobre o São Paulo, segundo colocado. O Coritiba, que só havia somado dois empates nos últimos três jogos, fez as pazes com a vitória e chegou aos 29 pontos, na oitava posição.

Desde que perdeu a invencibilidade no Brasileirão, na 11.ª rodada, o Corinthians entrou em campo mais 11 vezes e só somou 12 pontos. Mesmo assim, com os seguidos tropeços dos seus rivais, segue na liderança. Neste domingo, Vasco e Flamengo perderam para América-MG e Bahia, que lutam contra o rebaixamento.

Os dois times voltam a campo na quinta-feira, pela 22.ª rodada, para enfrentar equipes cariocas. O Corinthians tem o clássico contra o Flamengo, no Pacaembu, às 21h50. O Coritiba vai ao Rio para enfrentar o Vasco em São Januário, mais cedo, às 20h30.

O JOGO – Apesar dos recentes resultados ruins do Coritiba, a torcida compareceu em peso ao Couto Pereira nesta tarde para apoiar a equipe alviverde contra o líder da competição. Bill, desfalcava o time, pois uma cláusula contratual o impede de enfrentar o clube que o emprestou ao Coritiba. Pelo lado do Corinthians, Ralf (na seleção) e Liedson (suspenso) foram substituídos por Moradei e Willian.

Por jogar em casa, o Coritiba adotou uma postura muito mais ofensiva que a do Corinthians desde os primeiros minutos. Com três atacantes, os paulistas marcavam no campo todo em busca de um contra-ataque decisivo.

Até os 25 minutos, porém, as defesas prevaleceram sobre os ataques. Depois disso, quando o Corinthians conseguiu acertar os contra-ataques, o time visitante passou a criar diversas chances de abrir o placar, o que só não aconteceu por conta de boas defesas de Vanderlei.

Na primeira delas, aos 27, Emerson entrou na área pela direita e bateu cruzado. O goleiro tocou de leve na bola e mandou a escanteio, comemorando bastante a defesa. O árbitro ignorou e marcou tiro de meta.

Outra grande defesa de Vanderlei foi dez minutos depois, numa batida de falta de Chicão. O goleiro se esticou todo e espalmou a cobrança que tinha como endereço o ângulo esquerdo coritibano. Pouco mais fácil foi a terceira boa intervenção de Vanderlei, numa batida de Willian, aos 41. OCoritiba só respondeu com um chute de Tcheco que bateu em Alessandro e saiu em escanteio.

Assim como na primeira etapa, também no segundo tempo o jogo foi sem chances claras de gol nos primeiros minutos. Emoções só a partir dos 20, quando Tcheco cobrou escanteio e Everton Costa, sozinho, chutou para fora. Na resposta corintiana, Willian bateu cruzado e Vanderlei fez a defesa parcial.

Aos 27, saiu o gol alviverde. Rafinha tirou Ramon para dançar e cruzou na cabeça de Everton Costa. Este, ao invés de cabecear para o gol, passou para Jonas, livre no meio da área, só empurrar para as redes, sem marcação.

Continua após a publicidade

Já nos acréscimos, Alex, que substituiu Danilo, teve a chance de empatar o jogo. Fez bela jogada individual, deixou o marcador sentado no chão, tirou do goleiro e carimbou a trave. No rebote, Emerson chutou para fora. Antes, aos 40, Alex já havia carimbado o travessão deVanderlei.

FICHA TÉCNICA:

Coritiba 1 x 0 Corinthians

Coritiba – Vanderlei; Jonas, Jeci, Émerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Léo Gago (Everton Costa), Rafinha e Tcheco; Marcos Aurélio (Willian Farias) e Anderson Aquino (Caio Vinicius). Técnico – Marcelo Oliveira.

Corinthians – Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Ramon; Moradei (Morais), Paulinho e Danilo (Alex); Willian, Jorge Henrique (Taubaté) e Emerson. Técnico – Tite.

Gols – Jonas, aos 27 minutos do segundo tempo.

Árbitro – Wilton Pereira Sampaio (DF).

Cartões amarelos – Emerson, Lucas Mendes, Leandro Donizete, Léo Gago, Anderson Aquino, Willian e Chicão.

Renda – R$ 645.610,00.

Público – 26.572 pagantes (29.248 total).

Local – Estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Continua após a publicidade
Publicidade