Clique e assine a partir de 8,90/mês

Corinthians nega, porém procura defensor para susbtituir Castán

Por Da Redação - 15 jul 2012, 05h03

A saída do zagueiro Leandro Castán para a Roma não será reposta de imediato pelo Corinthians, juram os dirigentes. Eles dizem confiar no potencial das opções que ficaram para o sistema defensivo.

‘Nós sempre procuramos reforços, mas essa não é uma preocupação no momento. Nem nossa nem da comissão técnica’, diz o diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves.

As primeiras alternativas para Castán são Paulo André e Wallace. Em seguida, vêm os jovens Marquinhos e Antonio Carlos, formados nas divisões de base do clube, e Felipe, contratado junto ao Bragantino e que mal atuou.

Embora negue que a comissão técnica esteja preocupada, a diretoria já ouviu, sim, pedido de contratação de um defensor à altura de Castán. O clube está atento a opções fora do futebol brasileiro, porém se vê prestes a acertar com o terceiro estrangeiro para o elenco.

Sem contar o chinês Zizao, reforço do marketing que nem sequer estreou, o elenco tem dois peruanos – o volante Ramírez e o atacante Paolo Guerrero, recém-chegado do Hamburgo, da Alemanha – e finaliza acordo com Juan Martínez, argentino que já deixou o Vélez Sarsfield.Ramírez é reserva e poderia não entrar em campo ao lado dos outros dois estrangeiros, atingindo o limite permitido. Mesmo assim, ainda pode ser emprestado ou negociado em definitivo para abrir espaço a outro reforço de fora, que seria um zagueiro. Recentemente, representantes do Corinthians estiveram na Argentina analisando destaques da posição no país vizinho.

Continua após a publicidade
Publicidade