Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corinthians joga em Mogi tentando fugir da crise

Vitória contra o Bahia deixará a equipe mais longe da zona de rebaixamento

O Corinthians entra em campo nesta quarta-feira para enfrentar o Bahia a partir das 21h50 (horário de Brasília), pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Perto da zona de rebaixamento, o time joga pressionado no Estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim, no interior de São Paulo. Sem vencer há oito jogos, um novo tropeço pode significar o fim da harmonia entre o técnico Tite e a equipe, apesar de ele não pensar mais em pedir demissão – ele foi convencido a ficar na equipe depois da derrota por 4 a 0 para a Portuguesa, no domingo.

Leia também:

Corinthians vai ‘lavar roupa suja em casa’ para sair da crise

STJD altera punição dada a Corinthians e Vasco por briga

No treino de terça-feira, em Mogi Mirim, onde o clube cumpre o primeiro dos quatro jogos de punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça de Desportiva (STJD), Tite foi observado pelo presidente do clube, Mário Gobbi, que disse estar com ele até o fim. Há um ano e oito meses que o Corinthians não entrava em campo tão pressionado por sua torcida. Desde a eliminação na fase preliminar da Libertadores, em fevereiro de 2011. Após aquele vexame diante do Tolima, torcedores tentaram agredir os jogadores no desembarque e aproximadamente 300 corintianos foram ao CT do clube reclamar dos atletas, apedrejar o ônibus da delegação e cobrar a saída de alguns nomes do elenco.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Para tentar melhorar o desempenho dentro de campo, os jogadores fizeram um pacto para resgatar o futebol de campeão e espantar as chances de rebaixamento – o Corinthians está em 13º lugar, com 31 pontos, seis a mais que a primeira equipe que está na zona para a segunda divisão. Eles prometeram jogar pelo time e deixar as desavenças de lado. Resta saber se o adversário vai deixar. “Será um jogo duro e temos de ser melhores do que o Bahia em campo, fazer por merecer o resultado”, disse Tite. Como? “Com luz, equilíbrio, discernimento e persistência.”

(Com Estadão Conteúdo)