Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Copa Sul-Americana: Boca e River decidirão lugar na final

Se vencer semi, contra o Atlético Nacional, São Paulo pega um dos argentinos

Se a Copa do Brasil será decidida em um clássico de enorme rivalidade, com o duelo entre Cruzeiro e Atlético-MG em duas partidas que prometem ser eletrizantes, a Sul-Americana não ficará atrás: Boca Juniors e River Plate, arquiinimigos do futebol argentino, farão a semifinal da competição. Os principais clubes da Argentina garantiram suas vagas na quinta-feira. O Boca passou com facilidade, derrotando o Cerro Porteño do Paraguai por 4 a 1, em Assunção, graças aos ótimos contragolpes da equipe. No jogo de ida, em Buenos Aires, o time argentino também havia vencido (1 a 0).

Leia também:

CBF muda datas, ajuda São Paulo e Palmeiras e irrita Inter

São Paulo festeja a vaga, mas teme exaustão e desfalques

Cruzeiro vai decidir a Copa do Brasil em casa, no Mineirão

Em seguida, foi a vez do River entrar em campo. A classificação foi conquistada depois de mais uma vitória sobre o Estudiantes, por 3 a 2, no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. Com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo, o River Plate marcou logo no primeiro lance e se acomodou na partida. O Estudiantes, no entanto, deu um susto, chegando a fazer 2 a 1, resultado que levaria a decisão para os pênaltis. A equipe comandada por Marcelo Gallardo precisou voltar a acelerar o ritmo, e, com mais técnica do que o adversário, não teve muito trabalho para vencer por 3 a 2.

A ótima fase vivida pelo River, que já chega aos trinta jogos sem derrotas, será colocada à prova diante do inimigo histórico. Ainda sem datas definidas, River Plate e Boca Juniors se enfrentam em dois jogos para decidir quem chega à decisão da Copa Sul-Americana. No outro lado da chave, o confronto será entre o São Paulo e o Atlético Nacional, da Colômbia. Em nenhuma outra edição da Sul-Americana tantos times tradicionais haviam chegado às semis. Todos já foram campeões da Libertadores (Boca seis vezes, São Paulo três, River duas e Atlético uma) e dois já ergueram a taça da Sul-Americana (Boca, duas vezes, e São Paulo, uma).

Chávez e Gigliotti, do Boca Juniors, comemoram a vitória argentina sobre o Cerro Porteño, no Paraguai, pela Copa Sul-Americana Chávez e Gigliotti, do Boca Juniors, comemoram a vitória argentina sobre o Cerro Porteño, no Paraguai, pela Copa Sul-Americana

Chávez e Gigliotti, do Boca Juniors, comemoram a vitória argentina sobre o Cerro Porteño, no Paraguai, pela Copa Sul-Americana (/)

​(Com agências Gazeta Press e France-Presse)