Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Copa do Brasil: Flamengo, Grêmio e Atlético-PR avançam

Flamenguistas golearam o Botafogo por 4 a 0, os gremistas eliminaram o Corinthians nos pênaltis e paranaenses ficaram no 0 a 0 com o Inter

Marcada por decisões na disputa por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil, a noite desta quarta-feira teve Flamengo, Grêmio e Atlético-PR eliminando seus adversários e seguindo rumo à sonhada vaga na Copa Libertadores. No Maracanã, a noite foi de Hernane, que marcou três vezes para o Flamengo.

O clássico contra o Botafogo terminou com uma inesperada goleada pelo placar de 4 a 0 – o quarto gol foi marcado por Léo Moura, em pênalti sofrido pelo próprio Hernane. O time da Gávea agora aguarda o vencedor do confronto entre Vasco e Goiás.

Porto Alegre – No Rio Grande do Sul, o Grêmio conquistou de forma dramática sua vaga semifinais da Copa do Brasil. Em um confronto equilibrado, com mais marcação do que inspiração ofensiva – nos dois jogos -, o time gaúcho avançou ao derrotar nesta quarta-feira o Corinthians nos pênaltis por 3 a 2 após empate sem gols no tempo normal, na Arena Grêmio, em Porto Alegre. No duelo da ida, em São Paulo, também houve empate em 0 a 0.

O grande vilão corintiano foi o atacante Alexandre Pato, que cobrou bisonhamente a última cobrança de pênalti e permitiu uma fácil defesa de Dida, que antes já havia pegado os chutes de Danilo e Edenilson – Romarinho e Alessandro fizeram os gols do Corinthians. No lado gremista, Barcos e Alex Telles perderam as duas primeiras cobranças, mas Pará, Elano e Kleber fizeram os gols na sequência.

Com a classificação, o Grêmio enfrenta agora o Atlético-PR, que eliminou o Internacional, grande rival gremista, com um empate sem gols em Curitiba. O jogo de ida, na próxima semana, será no Paraná. Daqui duas semanas, a volta em Porto Alegre. Para o primeiro duelo, o clube gaúcho não terá o seu trio de ataque formado por Barcos, Kleber e Vargas, todos suspensos.

Fim de ano – Já para o Corinthians, o ano de 2013 praticamente acabou. A Copa do Brasil era a última real chance de conquistar uma vaga na Copa Libertadores, já que no Campeonato Brasileiro, a oito rodadas do final, o time faz uma campanha irregular e está na 12ª colocação, com 40 pontos – 10 atrás do Botafogo, o primeiro dentro da zona de classificação à competição continental.

(Com Estadão Conteúdo)