Clique e assine a partir de 9,90/mês

Copa do Brasil: Cruzeiro se garante como ‘intruso’ nas quartas

Mineiros avançam com 0 a 0 com a Chapecoense, em Chapecó. Fim do jogo tem briga entre os times e o quarto árbitro ferido por objeto atirado por torcedor

Por Da redação - Atualizado em 2 jun 2017, 00h27 - Publicado em 1 jun 2017, 23h35

O Cruzeiro empatou por 0 a 0 com a Chapecoense nesta quinta-feira, em Chapecó, e se tornou o “intruso” das quartas de final da Copa do Brasil. Isso porque as outras sete equipes que continuam vivas na competição vieram da Taça Libertadores da América. A classificação dos mineiros ocorreu por causa da vitória por 1 a 0 no jogo de ida, em Belo Horizonte.

Na segunda-feira, será realizado no Rio de Janeiro o sorteio das quartas de final da Copa do Brasil. Não haverá restrição de cruzamentos entre os oito classificados, que são os seguintes: Flamengo, Santos, Atlético-MG, Atlético-PR, Palmeiras, Grêmio, Botafogo e Cruzeiro.

Na Arena Condá, a Chapecoense atacou bastante no primeiro tempo, mas não conseguiu abrir o placar. Na segunda etapa, o lateral-esquerdo Reinaldo quase marcou com um chute que se chocou contra o travessão. Nos contra-ataques, o Cruzeiro teve algumas boas chances para vencer o jogo, mas não soube aproveitá-las. Nos minutos finais, a equipe catarinense foi para o tudo ou nada, mas não teve sucesso.

No fim do jogo, o clima ficou muito tenso. Houve uma confusão entre integrantes das duas equipes na entrada dos vestiários, e a torcida da Chapecoense estava bastante irritada com a arbitragem de Péricles Bassols. Quando o juiz e seus assistentes deixavam o gramado, o quarto árbitro da partida, Evandro Tiago Bender, foi atingido por um objeto atirado por um torcedor e sofreu um ferimento no rosto. O clube de Chapecó pode ser punido por causa desse incidente.

Publicidade