Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Copa América vai ter Brasil, Argentina, Uruguai… e a China

Depois de trazer Japão ao torneio em 99, Conmebol faz outro convite inusitado

No mapa-múndi da Conmebol, a América do Sul é cada vez maior. A entidade que comanda o futebol no continente já tornou corriqueira a participação de países como Estados Unidos e México na Copa América – torneio que, na teoria reuniria apenas as seleções sul-americanas. Na próxima edição, porém, uma das delegações convidadas virá de bem mais longe: a seleção da China foi chamada a participar do torneio. De acordo com reportagem publicada nesta segunda-feira pelo jornal oficial China Daily, a equipe, que está de técnico novo (o francês Alain Perrin), aceitou a proposta dos sul-americanos e estará na competição. A Conmebol justifica que esses convites aumentam a projeção do evento no exterior.

O torneio acontece no ano que vem, no Chile (seria no Brasil, mas o país-sede da Copa abriu mão do evento). Será a primeira vez que a China participará da competição, que teve o Japão como convidado na edição de 1999. Na ocasião, a seleção asiática foi a lanterna de seu grupo, com derrotas para Paraguai e Peru e um empate com a Bolívia. Com o convite, a seleção chinesa, que não se classificou para a Copa do Mundo, disputará duas competições continentais num mesmo ano: a Copa da Ásia, em janeiro, e a Copa América, em junho. Além da China, o México também participará como convidado (serão doze equipes). A última partida da seleção brasileira com a China aconteceu em 2012, no Recife, com goleada brasileira, 8 a 0.

(Com agência EFE)