Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Copa América: seleção tenta garantir classificação em reencontro com Colômbia

Vitória colocaria o Brasil nas quartas de final e deixaria o rival em situação dramática no Grupo C. Jogo marca reencontro entre Neymar e seu algoz Zúñiga

A seleção brasileira pode selar a classificação às quartas de final da Copa América do Chile nesta quarta-feira. Para isso, precisa vencer a Colômbia, no Estádio Monumental, em Santiago, às 21h (de Brasília). O jogo marcará um novo encontro entre Neymar, destaque na vitória sobre o Peru na estreia, e o volante Camilo Zúñiga, responsável por tirá-lo da última Copa do Mundo com uma joelhada nas costas. Apontada como uma das favoritas ao título, a equipe colombiana precisa desesperadamente da vitória, já que foi surpreendida na primeira partida ao perder para a Venezuela por 1 a 0.

Leia também:

Globo antecipa e encurta ‘JN’ e ‘Babilônia’. Para mostrar Neymar às 21h

Chilenos lançam álbum de figurinhas das namoradas dos jogadores – cheio de erros

Neymar é escolhido o melhor da primeira rodada da Copa América

Copa América: torcida chilena usa 7 a 1 para provocar a seleção

Além de se garantir na próxima fase, a seleção brasileira busca diminuir a dependência em Neymar, notada mais uma vez na partida contra o Peru – o craque do Barcelona marcou um gol e deu uma assistência preciosa para Douglas Costa nos acréscimos. A vitória na estreia manteve os 100% de aproveitamento da equipe do técnico Dunga depois do fracasso da Copa do Mundo. A sequência de onze vitórias, inclusive, teve início com um triunfo por 1 a 0 sobre a própria Colômbia, em Miami.

Aquela partida, que selou a paz entre os capitães Neymar e Zúñiga em setembro do ano passado, foi decidida com mais um gol do camisa 10, de falta. Dois meses antes, as duas equipes se enfrentaram em um duelo histórico nas quartas de final da Copa do Mundo. Thiago Silva e David Luiz marcaram os gols da vitória por 2 a 1, em jogo marcado pela fratura na vértebra de Neymar. “Está tudo bem com Neymar. Já ficou tudo no passado. Vou jogar contra o Brasil como joguei contra a Venezuela, é um jogo normal. Espero que não armem uma polêmica sobre isso”, afirmou Zuñiga ao jornal Marca na véspera do novo duelo.

O meia James Rodríguez, artilheiro do Mundial, foi quem marcou o gol colombiano naquela partida, em Fortaleza. Um ano depois, James chegou à Copa América em outro patamar. Vestindo a camisa 10 do Real Madrid, o meia de 23 anos divide com o artilheiro Falcão Garcia a responsabilidade de guiar sua seleção à conquista do segundo título da Copa América – o primeiro foi em 2001. Para isso, porém, o time precisa de ao menos um empate contra o Brasil para não chegar à última partida, contra o Peru, precisando de uma goleada e de uma combinação de resultados para avançar.

Formações – O técnico Dunga poderá contar com o retorno do meia Philippe Coutinho, um dos destaques dos amistosos contra México e Honduras e que perdeu a estreia com dores na coxa. O atleta do Liverpool disputa a posição com Fred, do Shakhtar Donetsk. O técnico argentino da Colômbia, José Pekerman, também tem dúvidas: o atacante Carlos Bacca não agradou diante da Venezuela e pode ser substituído por Jackson Martínez ou Teófilo Gutiérrez.

(da redação)