Clique e assine a partir de 9,90/mês

Copa América: o Brasil será um dos três cabeças-de-chave

A 42ª edição da competição – que acontece no Chile, de junho a julho de 2015 – vai reunir dez seleções sul-americanas mais as convidadas México e Jamaica

Por Da Redação - 10 nov 2014, 14h33

Apesar do fracasso na Copa do Mundo deste ano, o Brasil continua figurando entre as seleções de ponta – pelo menos na América do Sul. Na próxima Copa América, que acontece no Chile entre os dias 11 de junho e 4 de julho de 2015, a seleção brasileira estará mais uma vez entre as cabeças-de-chave. A Conmebol anunciou nesta segunda-feira a distribuição das equipes entre os potes do sorteio dos grupos, marcado para o dia 24 de novembro, em Viña Del Mar. Foi definido que o Brasil será um dos três cabeças-de-chave, ao lado da Argentina e do anfitrião Chile. No segundo pote do sorteio estão Colômbia (3ª colocada no ranking da Fifa), Uruguai (8º) e México (17º), No terceiro estão o Equador (27º), Peru (54º) e Paraguai (76º). Já o último é composto por Venezuela (85º), Bolívia (103º) e Jamaica (113º).

Leia também:

Neymar será convocado para Olimpíada, diz Gallo

CBF aprova CT do O’�Higgins para seleção na Copa América

Continua após a publicidade

CBF vê Brasil no topo. No ranking da Fifa, ficou na mesma

Dunga justifica convocação de novatos: técnica e gol

Foram também confirmadas as cidades-sede da competição. São elas: Santiago, Antofagasta, La Serena, Valparaíso, Viña del Mar, Concepción, Temuco e Rancagua. O Chile passou a ser o anfitrião do torneio depois que a CBF desistiu de sediar a competição sul-americana, por já estar envolvido na realização da Copa das Confederações de 2013, da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. Participarão da 42ª edição da Copa América as dez seleções da América do Sul mais as convidadas México e Jamaica. A última vez que o Chile recebeu uma Copa América foi em 1991, quando a Argentina foi a campeã. A seleção argentina, aliás, já soma 14 títulos da competição, empatada com os uruguaios. O Brasil foi sete vezes campeão da principal competição de seleções da América do Sul.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade