Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Convincente, França brilha no primeiro tempo e derrota a Sérvia

A França fez uma exibição de gala, pelo menos no primeiro tempo, em seu retorno à cidade de Reims (França), que não via a seleção nacional há 42 anos, nesta quinta-feira. Os Azuis não tiveram dificuldades em vencer a Sérvia por 2 a 0, em partida amistosa que serviu de preparação dos franceses para a Eurocopa, que tem início neste mês de junho. De quebra, o técnico da França, Laurent Blanc, viu os seus comandados manterem a invencibilidade, que agora já dura 17 jogos. A última derrota da seleção francesa foi no dia 3 de setembro de 2010, quando perdeu para a Bielorrússia por 1 a 0.

Lotando o Stade Auguste Delaune, a torcida local ficou preocupada logo aos quatro minutos do primeiro tempo, quando o volante Yann M’Vila, um dos destaques da França, dividiu bola com o meia sérvio Tadic e levou a pior. O jogador caiu no gramado e teve que ser substituído. No banco de reservas, M’Vila caiu no choro e, ao término do amistoso, foi levado ao Hospital de Reims, onde fará exames de imagem na noite desta quinta. Blanc teve que sacá-lo, promovendo a entrada de Diarr

Seis minutos depois, a França espantou as preocupações. Após boa jogada do meia Ribéry no meio-campo, Clichy recebeu a bola na lateral-esquerda e cruzou. O goleiro Brkic espalmou, e, na sobra, o próprio Ribéry chutou forte para abrir o placar mandante. A Sérvio mal pôde respirar, pois aos 15 minutos o meia Malouda recuperou bola na intermediária e arriscou forte chute. A bola morreu no fundo do gol de Brkic. Depois de abrir 2 a 0, os Azuis diminuíram o ritmo, mas continuaram pressionando a saída de bola adversária e usando perfeitamente as laterais do campo.

Já na etapa complementar, a seleção francesa preferiu administrar a vantagem. Chamados ao ataque, os sérvios não se intimidaram e partiram para cima, mas erraram muitos passes e levaram pouco perigo à meta do goleiro Lloris, exceto aos três minutos e aos 28, quando o arqueiro francês teve que fazer boas defesas nos chutes de Ivanovic e Tadic, respectivamente.

Agora, a França permanece em seu território, pois no próximo dia 5 de junho, enfrenta a Estônia, em Le Mans (França), onde encerra a sua preparação para a Eurocopa. No dia 11, os franceses estream na competição continental, contra a Inglaterra, em Donetsk (Ucrânia), pelo Grupo D. Ucrânia e Suécia complementam esta chave.