Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Contratações reforçam perigo alviverde em gols de cabeça

O Palmeiras já tinha a jogada aérea como uma das grandes virtudes no ano passado. Mas a temporada 2012 mostra novas opções para o Verdão pelo alto, sobretudo com a chegada de outros dois especialistas: o lateral direito Artur e o atacante Hernán Barcos.

Na vitória deste sábado contra o Ituano, os três gols do Palmeiras foram marcados de cabeça. Além de Artur e Barcos, o meio-campista Patrik também balançou as redes com a mesma jogada. Por fim, o Verdão ainda conta com uma arma mortal nos cruzamentos: o volante Marcos Assunção.

‘O Palmeiras trabalha muito bem a bola aérea, isso é fantástico para mim’, define o lateral direito Artur, que já havia marcado de cabeça na vitória do meio de semana diante do XV de Piracicaba, também no estádio do Pacaembu.

Dos 15 gols do Palmeiras na temporada, levando-se em conta até o amistoso contra o Ajax, da Holanda, nove foram marcados com cabeçadas, ou seja, 60% dos tentos de 2012. O próprio técnico Luiz Felipe Scolarireconhece que analisou a qualidade pelo alto quando aceitou, por exemplo, a aquisição de Artur.

‘O Artur, quando enfrentamos no São Caetano, marcou um gol no Palmeiras justamente em jogada de cabeça no primeiro poste. Aí, quando percebemos que não poderíamos contratar o Jonas, analisamos esse atleta e como poderíamos utilizá-lo. Foi uma boa contratação e agora estamos desfrutamos daquilo que sofremos’, exaltou Felipão.

Em função das facilidades proporcionadas pelo esquema de jogo do Palmeiras, Artur já programa uma meta ousada no Palestra Itália. ‘Eu quero chegar a dez gols no ano, então faltam mais oito’, encerrou.