Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Contra o Nova Iguaçu, Fluminense tenta reagir na Taça Rio

Depois de estreia com derrota, por 2 a 1, para o Resende, o Fluminense volta a campo pela Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, neste sábado, às 18h30 (de Brasília), para medir forças com o Nova Iguaçu, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

O Tricolor, que conquistou a Taça Guanabara e já está assegurado na grande decisão do Estadual, quer somar os primeiros pontos no torneio, mas sabe que vai encontrar dificuldades, pois o Nova Iguaçu é apontado como uma das melhores equipes de menor investimento do Estado e vem embalado pelo triunfo de 2 a 1 sobre a Friburguense.

Apesar da qualidade do Nova Iguaçu, o grande desafio do Fluminense neste sábado tem tudo para ser o pensamento dos atletas. Isso porque boa parte do grupo já está focado no importante confronto da próxima quarta-feira, quando o Tricolor vai à ‘La Bombonera’, em Buenos Aires, encarar o Boca Juniors pela Copa Libertadores da América.

Ciente de que a Libertadores é a prioridade, o técnico Abel Braga não esconde que a Taça Rio chegou a ser vista como secundária para o Tricolor. Tanto que ele escalou uma formação toda de reservas diante do Resende. Mesmo com esses fatos, o treinador garantiu uma equipe determinada neste sábado.

‘Quem entrar em campo vai estar focado no jogo e com o pensamento apenas em conseguir uma vitória. Falo isso porque todos sabem que seremos cobrados, vamos sofrer questionamentos se não ganharmos essa partida. Na estreia fomos muito vaiados, mesmo com o título de domingo e o estádio nem cheio estava, mas a torcida tinha razão porque estivemos longe de fazer um grande jogo. Mas contra o Nova Iguaçu minha expectativa é a melhor possível’, disse Abel Braga.

O treinador aproveitou para comentar o que espera do Nova Iguaçu: ‘Vamos enfrentar uma equipe que não é ingênua e que não está na competição apenas por disputar. O Nova Iguaçu pensa em chegar às semifinais, montou um grupo para isso e ganhou ainda mais ânimo depois que estreou com vitória na Taça Rio. Portanto, teremos que jogar com muita seriedade’.

Abel não quis antecipar a escalação que vai mandar a campo, porém deve preservar todos os titulares que apresentem algum problema físico. São ausências confirmadas o lateral direito Bruno, os meias Thiago Neves e Deco, além do atacante Wellington Nem, todos reclamando de dores musculares.

Pelo lado do Nova Iguaçu, o técnico Leonardo Condé procurou passar para seus jogadores a necessidade deles acreditarem que é possível derrotar o Fluminense. A boa campanha do clube da Baixada Fluminense é o principal argumento usado pelo comandante da equipe laranja.

‘Nós conseguimos uma boa vitória na estreia e fizemos uma boa Taça Guanabara, mesmo sem termos chegado às semifinais. Porém, isso por si só não nos garante um bom resultado diante do Fluminense. Porém, é preciso acreditar que é possível. No primeiro turno empatamos com o Botafogo e fizemos jogo duro com o Flamengo mesmo com derrota. Portanto, ninguém pode deixar de acreditar que podemos voltar a surpreender’, disse Leonardo Condé.

O treinador do Nova Iguaçu decidiu manter a base que derrotou o Friburguense. O time laranja soma 12 pontos na classificação geral, que leva em consideração o somatório dos dois turnos, e sonha com uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil.FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE X NOVA IGUAÇU

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)

Data: 3 de março de 2012 (Sábado)

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: William de Souza Nery (RJ)

Assistentes: Ediney Mascarenhas (RJ) e Marco Aurélio Pessanha (RJ)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Souza, Digão, Anderson e Carleto; Valencia, Jean, Lanzini e Wagner; Rafael Sobis e Rafael Moura

Técnico: Abel Braga

NOVA IGUAÇU: Jefferson; Marcelinho, Naylhor, Dirceu e Chiquinho; Amaral, Luan, Mossoró e Dieguinho; Zambi e Leandrão

Técnico: Leonardo Condé