Clique e assine com até 92% de desconto

Contra o Coxa, Marcelo Grohe atinge marca de 100 jogos pelo Grêmio

Por Da Redação 1 ago 2012, 16h03

Apesar de ter assumido a titularidade há exatamente um mês, quando Victor deixou o Estádio Olímpico para jogar no Atlético-MG, o goleiro Marcelo Grohe já tem sua história dentro do Grêmio. Profissional desde 2006, o arqueiro de 25 anos soube ter paciência de ser reserva durante quase todos esses seis anos até chegar sua chance de ser titular. Nesta terça, contra o Coritiba, pela Copa Sul-americana, completou 100 jogos com a camisa tricolor.

‘Entrei no time em um momento bom, nosso grupo é experiente e qualificado. Nos damos muito bem dentro e fora de campo, o ambiente é ótimo. Agora é dar sequência aos resultados positivos para brigar pelos títulos do Brasileirão e da Sul-americana. Seria excelente encerrar o ciclo do estádio Olímpico com conquistas de expressão e iniciar a trajetória da Arena já disputando grandes competições’, afirmou o goleiro.

Marcelo Grohe só foi titular durante parte de 2006. Assumiu o gol gremista nas finais do Campeonato Gaúcho, ajudando a equipe a conquistar o título contra o Inter, no Beira-Rio. Para ele, aquele foi o ano mais marcante de sua carreira. No entanto, nota que ter ficado na reserva de Saja (2007) e Victor (2008 a 2012) o ajudou a amadurecer bastante.

‘2006 foi um ano marcante pelo título, por ter a chance de uma sequência grande. Disputei 20 partidas, com boas atuações em jogos que exigiram bastante. Ali eu senti o que significava ser titular do Grêmio. Ao longo desse período, as coisas foram acontecendo, fui amadurecendo, trocando experiência e me preparando para estar pronto quando a oportunidade maior viesse. Soube esperar e ela veio’, comemorou.

Continua após a publicidade
Publicidade