Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Contra Friburguense, Vasco volta a São Januário tentando se manter 100%

Com três vitórias em três jogos da Taça Guanabara, o Vasco tenta se manter com 100% de aproveitamento na competição neste domingo, às 17 horas (de Brasília), quando recebe o Friburguense. O confronto marcará o reencontro da torcida com São Januário, estádio do clube que passou por reformas nos dois últimos meses a fim de estar pronto para a estreia na Copa Libertadores, quarta-feira diante do Nacional do Uruguai.

A expectativa para este domingo, portanto, é de ‘casa cheia’ por conta da boa campanha da equipe e da identificação que os vascaínos têm com seu campo.

Caso conquiste mais um triunfo, o Vasco, que no meio de semana derrotou o Bangu por 3 a 1, vai colocar uma das mãos na vaga nas semifinais da Taça Guanabara, deixando caminho livre para ter tranquilidade na Copa Libertadores. Enquanto isso o Friburguense, que vem de empate sem gols com o Duque de Caxias, em Nova Friburgo (RJ), tem quatro pontos e luta para surpreender.

Cristóvão Borges, técnico do Vasco, vem conversando com seus jogadores sobre a importância de um resultado positivo no duelo deste domingo, pois entende que o jogo realmente deixará a classificação bem encaminhada.

‘Nós respeitamos o Friburguense e qualquer adversário, mas sabemos que temos a responsabilidade de conquistarmos o resultado positivo porque vamos jogar em nossa casa e diante dos nossos torcedores. Se somarmos mais três pontos, independentemente do que acontecer na rodada, vamos nos aproximar muito da classificação para as semifinais. Quanto mais cedo conseguirmos a vaga melhor, pois o nível de dificuldade ainda vai aumentar muito nesta reta final de Taça Guanabara’, afirmou Cristóvão, tendo em mente que o time ainda terá que fazer o clássico diante do Fluminense e medir forças com o Boavista, que é considerado o melhor elenco dentre as equipes de menor investimento.

‘Temos adotando a estratégia certa nesta Taça Guanabara e mesmo sem estarmos no nosso ideal estamos conseguindo o resultado, que é o mais importante. É fundamental mantermos um bom ritmo contra o Friburguense, pois assim o nosso adversário vai encontrar maiores dificuldades para impor seu jogo. Atuando em casa a iniciativa precisa ser nossa’, afirmou o treinador.

Para este jogo o Vasco não contará com o zagueiro Rodolfo e com o meia Juninho Pernambucano, que serão poupados para a estreia na Copa Libertadores, assim como o apoiador Diego Souza, que se recupera de um quadro febril. O meia Allan, que cumpriu suspensão contra o Bangu, reaparece.

Pelo lado do Friburguense, sem problemas de lesão ou suspensão, o técnico Gerson Andreotti vai manter a base que participou do empate com o Duque de Caxias. O treinador promete que sua equipe vai tentar jogar de igual para igual com o Vasco.

‘Apesar do grande respeito que temos pelo Vasco e de sabermos que nosso adversário conta com um elenco de grande qualidade, precisamos tentar nos impor dentro de campo, senão a coisa vai ficar ainda mais complicada. Vamos procurar jogar de igual para igual, uma vez que também precisamos somar pontos na competição’, disse Gerson Andreotti.

FICHA TÉCNICA

VASCO X FRIBURGUENSE

Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 5 de fevereiro de 2011, domingo

Horário: 17 horas (de Brasília)

Árbitro: Grazianni Rocha (RJ)

Assistentes: Eduardo Couto (RJ) e Francisco de Sousa (RJ)

VASCO: Alessandro; Fágner, Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri; Fellipe Bastos, Nilton, Allan e Felipe; Bernardo e Alecsandro

Técnico: Cristóvão Borges

FRIBURGUENSE: Marcos; Sergio Gomes, Cadão, Diego Guerra e Flavinho; Bidu, Lucas, Marcelo, Jorge Luis e Rômulo; Diego Santos

Técnico: Gerson Andreotti