Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Contra efeitos da altitude, jogadores do River Plate vão tomar Viagra

Método será utilizado para que os jogadores sofram menos com os efeitos da altitude de 3.735 metros de Oruro, na Bolívia, no jogo contra o San José

A equipe médica do River Plate vai recorrer a doses de cafeína e Viagra para preparar os jogadores para enfrentar os efeitos da altitude. Sim, a droga criada para combater a impotência será usada pelos atletas para estimular a circulação de oxigênio no sangue e ajudar a respirar melhor, informou o Clarín.

“Os jogadores tomarão cafeína, aspirina e Viagra. Esse é o esquema usado atualmente para reduzir os efeitos causados pela altitude. Antes, se usava diuréticos. Agora, esse é o esquema clássico”, disse o médico da equipe Pedro Hansing, à radio La Red, da Argentina.

Em Oruro, a quase 3.800 metros de altitude, o time argentino vai enfrentar o San José, em sua estreia na Libertadores, na noite desta quinta-feira. O grupo chegou a Santa Cruz de la Sierra no início da madrugada desta quarta e seguirá para Oruro cerca de duas horas antes da partida.

Leia também:

Internacional estreia com derrota na Copa Libertadores

Atlético-MG estreia na Libertadores repleto de desfalques

Corinthians e São Paulo abrem ‘grupo da morte’ nesta quarta

A preparação não se restringe apenas aos ‘aditivos’ que serão ingeridos antes do jogo. “O grupo tomou também ácido fólico. Agora, começaremos a hidratar e vamos completar com oxigênio para os que tenham problemas com a altitude”, completou Hansen.

Juan Aurich, do Peru, e Tigres, do México, completam o grupo seis da Libertadores – o River Plate volta a disputar a maior competição continental da América após seis anos.

(Com Gazeta Press)