Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Contador é suspenso por dois anos pela CAS por doping

Por AE

Lausanne – A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) anunciou nesta segunda-feira a suspensão do ciclista Alberto Contador por dois anos após considerá-lo culpado em um caso de doping, ocorrido durante a edição de 2010 da Volta da França. Assim, o espanhol também perdeu o título, conquistado há dois anos, da tradicional prova.

A CAS, sediada em Lausanne, na Suíça, não aceitou a justificativa de Contador, que havia declarado ter dado positivo para a substância proibida clembuterol por conta do consumo de uma carne contaminada. Com a decisão, o tribunal reverteu a decisão de Federação Espanhola de Ciclismo, que havia absolvido Contador.

Insatisfeitas com o julgamento da federação, a Agência Mundial Antidoping e a União Ciclística Internacional (UCI) recorreram à CAS pedindo a suspensão do ciclista espanhol por dois anos. E as entidades tiveram sucesso no recurso, que foi julgado por um painel formado por três juristas.

A punição a Contador é retroativa, apesar do ciclista ter participado de competições enquanto o seu caso não recebeu um veredicto definitivo. Assim, o espanhol ficará afastado das competições até o dia 6 de agosto de 2012.

Com a decisão da CAS, Contador se tornou apenas o segundo campeão da Volta da França a ser desclassificado e a perder um título da competição por conta de doping. O primeiro foi o norte-americano Floyd Landis, que teve a conquista de 2006 cassada após testar positivo para testosterona. Andy Schleck, de Luxemburgo, que terminou em segundo na Volta da França de 2010, deverá ser oficializado como campeão.

Contador deu positivo em exame realizado em 21 de julho de 2010, que era um dia de descanso da Volta da França. O resultado positivo não foi confirmado publicamente até setembro de 2010, quando a UCI anunciou a suspensão provisória do ciclista. Em fevereiro de 2011, a Federação Espanhola de Ciclismo rejeitou recomendação de suspender o atleta por um ano e o absolveu. A decisão, porém, foi revertida pela CAS neta segunda-feira.

Agora com a mancha de um caso de doping na sua carreira, Contador segue como apenas um dos cinco atletas que venceram as três principais provas do ciclismo – a Volta da França, Giro da Itália e a Volta da Espanha. Antes de 2010, o espanhol já havia sido campeão da Volta da França em 2007 e 2009.