Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conselheiro acusa presidente do Palmeiras de agressão

Por Paulo Galdieri e Daniel Akstein Batista

São Paulo – O conselheiro do Palmeiras Gilton Avallone acusa o presidente do clube, Arnaldo Tirone, de tê-lo agredido no estacionamento do Palestra Itália, nesta quarta-feira, na véspera da primeira partida da final da Copa do Brasil.

“Primeiro o segurança o segurou (a Tirone) e o levou para dentro do clube. Depois, no estacionamento, ele me chutou e falou para todo mundo ouvir que iria me matar a pau depois que largasse a presidência”, contou Avallone, à Agência Estado.

O conselheiro, um dos mais duros opositores de Tirone, pretende abrir boletim de ocorrência contra o presidente alviverde no 23.º Distrito Policial, em Perdizes, bairro vizinho ao Palestra Itália. Ele garante que não reagiu em nenhum momento às agressões de Tirone.

Avallone e Tirone discutiram asperamente na reunião do Conselho de Orientação Fiscal (COF) de segunda-feira e voltaram a discutir nesta quarta-feira, por motivo não revelado pelo conselheiro. A reportagem da Agência Estado tentou falar com Tirone, mas ele não atendeu às ligações.