Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conor McGregor anuncia aposentadoria do MMA no Twitter

É a segunda vez que lutador irlandês 'encerra' sua carreira; na primeira, retornou após acordo com o UFC

O lutador irlandês Conor McGragor, campeão em duas categorias de peso diferentes do UFC, anunciou sua aposentadoria do esporte na madrugada desta terça-feira, 26. A declaração foi feita em sua conta de Twitter.

“Rapaziada, um rápido anúncio. Decidi me aposentar formalmente do esporte conhecido como MMA hoje. Desejo a todos meus antigos colegas sucesso nas futuras competições. Agora, me junto a meus velhos companheiros neste negócio de aposentadoria. Piña Coladas por minha conta, meus amigos”, disse o irlandês na nota.

Essa não é a primeira vez que McGregor anuncia sua aposentadoria pelas redes sociais. Em abril de 2016, enquanto negociava contrato com o UFC para participar do evento 200, o lutador foi às redes sociais e disse que tinha decidido se aposentar jovem. Ele foi retirado do evento, que seria a revanche contra Nate Diaz, mas retornou na edição 202 para realizar a luta.

Conor McGregor foi contratado pelo UFC em 2013 e conquistou o cinturão interino dos penas em julho de 2015. Com lesão do brasileiro José Aldo, o irlandês enfrentou e venceu Chad Mendes. A confirmação do título veio em 12 de dezembro daquele ano, ao derrotar Aldo por nocaute em apenas 13 segundos, um recorde em decisões, no UFC 194.

Em 2016, conquistou também o cinturão dos pesos-leves, ao vencer Eddie Alvarez no UFC 205 no dia 12 de novembro, também por nocaute.

Com as brigas contra a organização do UFC, perdeu o título dos pesos-leves por inatividade. Khabib Nurmagomedov conquistou o título e, em 6 de outubro de 2018, enfrentou McGregor, que voltou atrás em sua decisão de abandonar o UFC, em confronto que envolvia os dois últimos campões da categoria. O russo venceu após imobilizar o irlandês.

Além da carreira no UFC, McGregor enfrentou o campeão mundial do peso médio-ligeiro do boxe, Floyd Mayweather, em 12 rounds, com regras do boxe, no dia 26 de agosto de 2017. O americano venceu por nocaute no 10° round.

O lutador acumulou polêmicas também fora dos ringues durante sua carreira. Antes da luta contra Nurmagomedov, em 2018, invadiu a arena onde aconteceria o evento e arremessou um objeto que quebrou a janela do ônibus onde estava o rival. Outro lutador, Michael Chiesa, se feriu. McGregor também foi preso em algumas oportunidades. A última aconteceu neste mês, quando foi detido em Miami, acusado de quebrar e roubar o celular de um fã.