Confusão encerra o desfile do Flamengo no Centro do Rio

O cortejo já se encaminhava para o final, pela Avenida Presidente Vargas, quando começaram os barulhos de bombas de gás e disparos de bala de borracha

Por Da Redação - Atualizado em 24 nov 2019, 17h22 - Publicado em 24 nov 2019, 17h04

Depois de quatro horas de festa pacífica, uma confusão, com tiros de borracha e bombas de gás arremessadas pela Polícia Militar, acabou com a festa de muitos torcedores que participavam do desfile do time do Flamengo, que celebra a conquista da taça Libertadores da América. A confusão começou por volta das 16h30.

Milhares de torcedores, incluindo famílias inteiras com crianças e idosos, acompanhavam o trio elétrico que levava os jogadores do clube pelas ruas do Centro do Rio de Janeiro. O cortejo já se encaminhava para o final, pela Avenida Presidente Vargas, quando começaram os barulhos de bombas de gás e disparos de bala de borracha.

O corre-corre e a confusão foram generalizados. Há relatos de que um grupo de pessoas encapuzadas começaram a atirar objetos contra policiais. Os enfrentamentos continuam. Muitos torcedores, sem entender as causas da confusão, ficaram revoltados com os policiais e passaram a atirar objetos e pedras que revestem as calçadas da região.

Durante uma manobra, um policial da Guarda Municipal foi atropelado por uma viatura da própria corporação.

Publicidade