Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Como Mano pode recuperar a seleção (e salvar o emprego)

O técnico perdeu a chance de errar. Na sexta, ele convoca os jogadores que podem garantir sua permanência no cargo. E precisa melhorar nas escolhas

Por Da Redação 10 Maio 2012, 10h54

A lista de convocados que sai na sexta já está pronta – José Maria Marin pediu para olhar a relação de Mano com dois dias de antecedência

Na vida de um técnico de futebol, é comum enfrentar uma fase em que os resultados ruins despertam rumores sobre uma possível demissão. Mano Menezes, o treinador da seleção brasileira, não vem enfrentando tal problema. Basta ouvir o que diz o novo presidente da CBF, José Maria Marin, para perceber que não há dúvida alguma sobre o que aguarda o técnico. Seu futuro depende de uma definição muito simples: ou Mano traz a inédita medalha de ouro da Olimpíada de Londres ou perde seu emprego. Antes mesmo de encarar o desafio olímpico – em que, aliás, o Brasil terá condições extremamente favoráveis -, a seleção de Mano enfrenta uma sequência de difíceis amistosos no exterior. Seleções de bom nível estão pelo caminho: Dinamarca, México, Estados Unidos e, por fim, a arquirrival Argentina. A lista de atletas convocados para esses jogos será divulgada na manhã de sexta-feira. A relação já está pronta – Marin, que fala abertamente que não está satisfeito com o desempenho da seleção, pediu para olhar a lista com dois dias de antecedência (na quarta-feira, portanto). Pode ser tarde demais para Mano mudar de ideia, mas há algumas decisões básicas para o técnico tomar – coisas que qualquer palpiteiro mais qualificado é capaz de afirmar – caso esteja interessado em continuar no cargo até a Copa do Mundo de 2014 (confira na lista abaixo).

Leia também:

Em 2012, a hora da definição para a seleção brasileira de Mano

Na lista completa de convocados por Mano, nada menos que 81 nomes

O inédito ouro olímpico da seleção: por que é agora ou nunca mais

A dois anos da Copa do Mundo em casa, a seleção não é nem ‘top 5’

Para Ronaldo, seleção brasileira está ‘fora do pódio’ do futebol mundial

Continua após a publicidade
Publicidade